RCB/TuneIn
Quinta, 20 Jun 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
“DESAFIO ESTÁ A AGRADAR-ME BASTANTE”
Rádio Cova da Beira
O novo director da escola profissional de artes da Covilhã faz uma avaliação muito positiva dos primeiros três meses em que está no exercício do cargo. Nuno Marques assumiu essas funções no arranque deste ano lectivo e, em declarações à RCB, afirma que foi um desafio que aceitou com muita satisfação dada a dinâmica que a escola tem vindo a evidenciar.
Por Nuno Miguel em 19 de Dec de 2018
“Tem sido uma experiência fantástica porque uma escola de música nada tem a ver com todas as outras escolas por onde passei e esta escola tem uma dinâmica bastante forte. Foi um desafio que me propuseram no início deste ano lectivo e que eu aceitei com todo o gosto e cada vez mais fico satisfeito por o ter aceite porque tem sido um desafio grande, bonito de abraçar, e tenho conseguido aliar a vertente mais tecnológica de outra escola profissional onde estou a trabalhar com a vertente da música que é algo que sempre apreciei muito”.  
Para além das novas funções na EPABI, Nuno Marques é também o director da escola profissional Mariana Seixas, em Viseu, mas refere que se depender de si não vai exercer o cargo de forma transitória “se me deixarem, não será de forma nenhuma uma situação transitória. A ideia foi dar continuidade ao trabalho do anterior director que não tinha condições a nível pessoal para continuar. O director artístico é o mesmo e eu, enquanto conseguir, cá estou. É um desafio que me está a agradar bastante e estou maravilhado com o que tenho visto. Os alunos são fantásticos, os professores são espectaculares e eu quero continuar a incutir na escola esta dinâmica e corporizar essa vontade que os estudantes tem de fazer aquilo que sabem fazer melhor que é tocar e fazem-no com enorme qualidade”.      
Actualmente a escola tem cerca de uma centena de alunos e nos objectivos do novo director está a manutenção na aposta que tem vindo a ser feita ao nível da divulgação por forma a conseguir atrair para a região mais estudantes de todo o país “só a título de registo importa realçar que cerca de dez por cento dos nossos alunos são dos Açores. E isso demonstra que embora a escola esteja no interior do país ela é conhecida em todo o país. Somos a escola de música, e não são muitas no país, que está mais a sul e por isso queremos continuar a trabalhar com todas as regiões do país. Ainda recentemente tivemos um grupo de professores nos Açores a trabalhar lá com várias orquestras e temos também já uma acção agendada para Viseu no final de Janeiro”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados