RCB/TuneIn
Segunda, 17 Dez 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
“PONTES DE ESPARGUETE” NA UBI ASSINALA 18 ANOS
Rádio Cova da Beira
O estudante de Aeronáutica, Pedro Neto, venceu a categoria “Resistência” da XVIII edição do Concurso “Humberto Santos” de Pontes de Esparguete, que decorreu esta quinta-feira, 6 de Dezembro, na Faculdade de Engenharia da UBI.
Por Paulo Pinheiro em 07 de Dec de 2018

O aluno do Mestrado Integrado em Engenharia Aeronáutica apresentou uma estrutura que suportou 105,2 kg, superando a equipa da Academia Júnior de Ciências, cuja ponte aguentou 65,3 kg, e de Marcos Pereira, também de Engenharia Aeronáutica, com uma proposta que atingiu os 49,9 kg.

 

No balanço desta edição, o Departamento de Engenharia Eletromecânica, que organizou o evento, destaca que “embora o recorde de carga não tenha sido superado, o aumento de cerca de 25 kg relativamente à ponte vencedora no ano transacto é indicador de que os alunos se continuam a empenhar no desenvolvimento do projeto da estrutura da ponte, assim como na sua execução aprimorada”.

 

Das 18 pontes a concurso à categoria “Resistência” e “Estética”, é de “salientar a participação de uma ponte projectada por alunos da Academia Júnior de Ciências da UBI, tendo sido esta equipa galardoada com o 2.º prémio da categoria ‘Resistência’”, acrescenta.

 

Na Categoria “Estética”, a análise das características estéticas e arquitectónicas foi realizada por um júri de docentes do Departamento de Engenharia Civil e Arquitectura da UBI: João Lanzinha, Marisa Almeida e Fernando Diniz.

 

A avaliação resultou na vitória de João Correia (Engenharia Aeronáutica), com Kahinan Rosa (1.º Ciclo de Engenharia Electromecânica) e Francisco Monteiro (Engenharia Aeronáutica), respectivamente em segundo e terceiro.

 

A XVIII edição do Concurso “Humberto Santos” de Pontes de Esparguete (CPE 2018) incluiu a Categoria “Torres”, que teve como vencedora a equipa constituída por Leonor Varandas, João Faria e Hugo Nunes. A estrutura construída nas duas horas de prova alcançou a altura de 2,74 metros. Em segundo ficou a formação “Takairi”, que conseguiu 2,60 metros e, por fim, a equipa Pedro Neto, Marcos Pereira e Luís, que atingiu 2,07 metros.

 

Organizado anualmente pelo Departamento de Engenharia Electromecânica, o CPE destina-se incentivar a aplicação dos conhecimentos adquiridos em diferentes unidades curriculares dos cursos de engenharia, promovendo o interesse dos alunos, a criatividade/investigação e a procura de soluções engenhosas no projecto de pontes de treliça, fazendo uso de um material tão comum e acessível como o esparguete.

 

 

UBI/RCB  

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados