RCB/TuneIn
Segunda, 17 Dez 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
SANTA BEBIANA QUER SER “A FESTA”
Rádio Cova da Beira
Santa Bebiana, no Paul, não quer ser mais uma festa, mas sim “a festa” do concelho da Covilhã. Apesar de menos tascas do que em anos anteriores, este ano a santa pagã voltou a mobilizar, no último fim-de-semana muita gente, não só da região.
Por Paula Brito em 05 de Dec de 2018

Outras da categoria:

"Cada vez mais encontro pessoas de longe, e este ano até tive a surpresa de ter muita gente dos Açores, da ilha Terceira, e da Madeira. Uma grande melhoria este ano foi a qualidade dos grupos, é fundamental, porque senão podemos ser mais uma festa, e nós não queremos ser mais uma festa, nós queremos ser a festa do concelho da Covilhã.”  

Cristóvão Galvão, presidente da Casa do Povo do Paúl promete analisar os pontos fortes e fracos da festa que este ano aumentou o valor da inscrição. Ter “uma atenção diferente com as colectividades do Paul”, foi uma das sugestões ouvidas pela RCB ao vencedor do concurso da melhor jeropiga. Gabriel Rocha é um dos quatro cunhados que decidiram participar, por brincadeira, e abrir a tasca d` Rei.

“Nós olhamos para o prémio com interesse, é sempre bom vermos valorizado o nosso trabalho, porque a jeropiga que aqui vendemos é toda feita por nós, estamos em vias de ficar sem jeropiga porque os 100 litros que fizemos voaram todos.” 

Já o prémio da melhor decoração foi para a tasca de Gracinda Lopes, que participou pela primeira vez no evento. 

“É uma casa muito antiga, que tem ainda as prateleiras de antigamente, e então era propícia a esta decoração. Eu forrava as cantareiras com jornais aos biquinhos, aos redondos…”

O ponto alto da festa foi no sábado à noite com a procissão profana e o tradicional e satírico sermão Bebiano, que este ano pediu ao presidente da câmara da Covilhã para classificar a festa como património concelhio imaterial. Um pedido que para Vítor Pereira não é apenas uma brincadeira.

“Não vou dizer que não levei a sério, é verdade que ela foi feita num contexto de humor, com a critica habitual que fazem a tudo e a todos, neste caso concreto o que digo é que temos que analisar. Uma coisa é certa, isto efectivamente é um património cultural, popular e inalienável.”  

Os jogos tradicionais, a oficina dos ofícios, o mercado biológico, de velharias e trocas foram outras actividades complementares da décima quarta edição da Santa Bebiana no Paul, no passado fim de semana. A festa que simboliza a antiga tradição ligada à transumância e que levava os pastores de adega em adega, a provarem o vinho.  

Com João Cunha do jornal "Inforpaulense"

 

 


 


 





 



  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados