RCB/TuneIn
Sábado, 14 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
COVILHÃ CRIA BALCÃO DE INCLUSÃO
Rádio Cova da Beira
A câmara da Covilhã aprovou por unanimidade a assinatura de um protocolo entre o município e o instituto nacional para a reabilitação tendo em vista a implementação de um balcão da inclusão. O espaço vai funcionar nas instalações da loja do cidadão e, na última reunião pública do executivo, a vereadora com o pelouro da acção social já definiu os principais objectivos que esta nova valência pretende alcançar.
Por Nuno Miguel em 29 de Nov de 2018
“É um espaço que visa fazer o atendimento qualificado dos munícipes com deficiência e incapacidade, bem como às suas famílias. Trata-se de um projecto que envolve dez municípios e em que nós estamos incluídos e que querem promover a inclusão de todos. Tem a ver com encaminhamento, prestação de serviços específicos e, para que ele funcione correctamente, vai implicar a formação específica de recursos humanos que se vai iniciar muito em breve”.  
Apesar de ter votado a favor da proposta, o vereador do CDS/PP entende que as funções de acompanhamento e aconselhamento dos cidadãos portadores de deficiência são importantes mas José Luís Adriano alerta para a importância de tomar outro tipo de medidas, nomeadamente a melhoria das acessibilidades aos edifícios públicos “penso que este balcão de inclusão também deve ter um papel interventivo junto das entidades que tem de resolver aquilo de que as pessoas se queixam. E coloco simplesmente sobre a mesa uma realidade que já foi debatida em vários fóruns que é o facto de termos muitos edifícios onde estas pessoas não têm as condições necessárias para serem cidadãos como os outros. Por isso ouvir e acompanhar é muito importante mas é também preciso intervir na resolução das suas necessidades”.  
Na resposta, Regina Gouveia sublinha que essa situação vai ser avaliada no âmbito do funcionamento deste novo balcão, por forma a tornar a Covilhã uma cidade cada vez mais inclusiva “não basta atender, receber, dar entrada do que são os pedidos ou solicitações mas também encaminhar. Pretende-se que este balcão possa fazer a mediação relativamente à resolução dos problemas e satisfação das necessidades. Essa é também uma linha de acção que vamos seguir. Por isso vamos recolher informação que permita diagnosticar necessidades subjacentes e planear novas estratégias”.   

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados