RCB/TuneIn
Quarta, 11 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“QUAL O NÚMERO DE INTERVENÇÕES QUE FOI REALIZADO ?”
Rádio Cova da Beira
O vereador do movimento “De Novo Covilh㔠quer saber qual o número de operações realizadas pelos bombeiros voluntários daquela cidade ao abrigo do protocolo celebrado com a câmara para a utilização das viaturas limpa neves que são propriedade do município.
Por Nuno Miguel em 27 de Nov de 2018
Na última reunião pública do executivo, Carlos Pinto refere que a apresentação desses números pode ser determinante para a elaboração de um protocolo por um período mais alargado de tempo e evitar que o executivo tenha de anualmente se pronunciar sobre a matéria “algum dos senhores vereadores, designadamente o senhor presidente em exercício, poderá dizer-me qual foi o número de intervenções que nos invernos passados os bombeiros tiveram em relação a esta matéria? Eu gostava de saber porque se efectivamente se concluir que há uma consistência de intervenções o que eu sugiro é que se faça um protocolo a prazo e não com carácter quase anual sobre esta matéria. Mas interessava-me saber se a câmara tem o relatório sobre o uso destes equipamentos, não apenas na conservação das estradas circuláveis ou de outra natureza, em termos da actividade e que justifica esta transferência de equipamento para os bombeiros”.    
Na resposta, o vereador com o pelouro da protecção civil na autarquia garantiu que vai solicitar a entrega desses dados à direcção da corporação. No entanto Jorge Gomes não perdeu a oportunidade para clarificar alguns dos aspectos que fazem parte deste protocolo “as operações de limpeza de neve e de gelo são sempre acompanhadas por equipas do serviço municipal de protecção civil. Este é um serviço muito importante e moradores que temos nas Penhas da Saúde e é um protocolo que não tem um valor fixo. Digamos que a câmara compromete-se a comparticipar nas despesas anuais até ao montante máximo de cinco mil euros, mediante apresentação dos documentos respectivos. Os bombeiros voluntários fazem um trabalho extraordinário de segurança às populações e a troco disso recebem somente o valor das despesas”.  Uma reunião em que Carlos Pinto solicitou ainda ao presidente em exercício da câmara da Covilhã, José Armando Serra dos Reis, para que o valor das suas senhas de presença nas reuniões do executivo passe a ser entregue à casa do Menino Jesus.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados