RCB/TuneIn
Domingo, 25 Ago 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“MEDIDAS DEVEM PERDURAR NO TEMPO”
Rádio Cova da Beira
O presidente do PSD considera que é necessário criar um grande consenso nacional entre todos os partidos para a elaboração de uma estratégia de futuro para fazer face aos problemas do interior.
Por Nuno Miguel em 26 de Nov de 2018
A ideia foi deixada por Rui Rio no final de uma reunião com militantes do distrito para abordar a situação política e onde o líder social democrata considerou que os problemas dos territórios de baixa densidade não se resolvem em apenas um orçamento de estado nem tão pouco a criação da secretaria de estado para a valorização do interior, em Castelo Branco, pode ser encarada como a solução de todos os problemas “a criação de uma secretaria de estado que se preocupe com o interior é positivo mas não resolve tudo. Isso é um problema nacional sério e tudo o que se possa fazer de positivo é positivo. Agora não é um orçamento de estado que pode resolver os problemas do interior porque isso deve ser objecto de um consenso nacional alargado. São medidas que devem perdurar no tempo e não podem ser desencadeadas duas ou três acções porque senão, a determinada altura, entra outro governo e faz diferente. Aquilo que o interior necessita é de medidas que perdurem no tempo”.  
Nesta deslocação ao distrito, Rui Rio espera que o parlamento possa começar o mais rapidamente possível a abordar as propostas de descentralização no âmbito do acordo que foi celebrado entre o PSD e o PS. No entanto o líder social democrata sublinha que “em 2019 vamos ter duas eleições, uma em Maio e outra em Outubro, e eu posso compreender que não é o ano ideal para se fazer uma reforma destas. De qualquer forma já está aprovada, no âmbito do acordo que fizemos com o governo, uma comissão na assembleia da república com vista à descentralização que é uma das componentes possíveis para a valorização do interior. Depois há a desconcentração e um conjunto de outras medidas porque a descentralização não é só para o interior mas sim para o país todo”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados