RCB/TuneIn
Sexta, 16 Nov 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
COL√ďQUIO INTERNACIONAL MIGUEL REAL NA UBI
Rádio Cova da Beira
São dois dias, hoje e amanhã, em que na UBI se homenageia um dos grandes vultos do atual panorama cultural português: Miguel Real.
Por Paulo Pinheiro em 07 de Nov de 2018

O Colóquio Internacional Miguel Real – Literatura, Filosofia, Cultura, procura analisar a obra em diversas vertentes e homenagear um dos maiores vultos da cultura portuguesa, de renome nacional e internacional.

Além do homenageado, o evento conta com a presença de um conjunto de conferencistas de elevada craveira científica, de onde se demarcam, a título de exemplo, Guilherme d’Oliveira Martins, presidente do Grande Conselho do Centro Nacional de Cultura e Administrador Executivo da Fundação Calouste Gulbenkian, e Onésimo Teotónio d’Almeida, docente da Brown University (Estados Unidos), onde dirige o Departamento de Estudos Portugueses e Brasileiro.

 

O colóquio internacional coloca em destaque o trabalho de um dotado ensaísta, ficcionista – com incursões no romance histórico – e dramaturgo, tendo como mote os 40 anos da publicação de "O Outro e o Mesmo", a sua primeira obra ficcional que resultou na atribuição do Prémio Revelação e Ficção da APE/IPLB que se celebram em 2019. Este será o ponto de partida de um evento interdisciplinar – tal como é a obra de Miguel Real – que, além das conferências proferidas por investigadores e intelectuais portugueses e estrangeiros, inclui um momento cultural, aberto a toda a comunidade covilhanense, que consiste na representação da peça “O Ano da Morte de Ricardo Reis”, adaptação dramatúrgica do romance de José Saramago, realizada por Miguel Real e Filomena Oliveira.

 

“O Colóquio Internacional permite à UBI destacar uma figura que tem trabalhado com mestria a língua portuguesa e, num plano mais abrangente, a Lusofonia, realidade que é bastante acarinhada no seio da academia ubiana. É ainda a justa homenagem a um intelectual que tem trabalhado intimamente com a UBI, enriquecendo o seu papel científico”, referem os promotores.

 

A organização do evento científico pertence à Faculdade de Artes e Letras (departamentos de Letras e de Comunicação e Artes) e LabCom.IFP, ao qual se associam, entre muitas outras instituições, o Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias, Academia Lusófona Luís de Camões, Instituto Europeu de Ciências da Cultura - Padre Manuel Antunes, Instituto Fernando Pessoa e Observatório da Língua Portuguesa, e as autarquias da Covilhã, Belmonte, Fundão e Guarda. “Este é também um aspeto importante desta organização: criou uma união entre concelhos da Beira Interior, em torno de um tema tão relevante como é a cultura”, salienta a também investigadora Carla Luís.

 

O Colóquio Internacional - Miguel Real – Literatura, Filosofia, Cultura arranca esta quarta-feira, dia 7 de Novembro, às 9h00, no Anfiteatro da Parada (Polo I). A Sessão de Encerramento está marcada para as 18h45, de dia 8. Na noite de hoje, o Grande Auditório da Faculdade de Ciências da Saúde (FCS) recebe às 21h00 a apresentação de “O Ano da Morte de Ricardo Reis”, pela Éter - Produção Cultural, com o apoio da Câmara Municipal da Covilhã.

Está, igualmente, agendada uma exposição dedicada a Miguel Real, tendo em conta a sua ligação a Eduardo Lourenço, afecta a este evento e que terá lugar na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço, Guarda, em maio de 2019.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados