RCB/TuneIn
Domingo, 18 Nov 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
AS LOMBAS DA DISC√ďRDIA
Rádio Cova da Beira
Adolfo Mesquita Nunes considerou uma falta de respeito o facto da c√Ęmara da Covilh√£ levar para delibera√ß√£o do executivo a constru√ß√£o das lombas na rua do Grupo Refugiense quando as lombas j√° est√£o no local.
Por Paula Brito em 04 de Nov de 2018

“Não há, do ponto de vista político nem legal, qualquer fundamento para me virem trazer aqui aprovar algo que já está implementado. Havia urgência? Admito que sim, uma urgência que tardou seis anos, admito que sim, mas o que está aqui em causa é algo que foi implementado sem uma deliberação camarária, isto significa falta de respeito pelos vereadores da oposição, e neste caso, por mim”.

José Armando Serra dos Reis, vereador com o pelouro, fez mea culpa “lapso que o vereador enquanto responsável político assume. O senhor vereador tem toda a razão, não tem que estar preocupado que isto não é prática, nem será pratica. O que está em causa na celeridade das obras foram as reclamações na última reunião de pais que as obras tinham que começar.” E começaram, mesmo sem a deliberação do executivo.

Mas o tema não ficou por aqui. Vítor Pereira entende que, politicamente, o vereador do CDS-PP não tem razão para reclamar.

“Passa o tempo aqui a clamar que levamos muito tempo a fazer as coisas, quando fazemos as coisas, quando fazemos uma coisa depressa vem aqui d´el rei que andámos demasiado depressa para resolver uma coisa de que o senhor aqui faz sempre eco, faz gala nisso, em trazer um recadinho das associações de pais.”

Adolfo Mesquita Nunes aceitou a desculpas de José Armando Serra dos Reis mas não a crítica do presidente da câmara da Covilhã.

“Eu não trago recadinhos de ninguém, como eu acho que o Sr. Presidente e os Srs. Vereadores também não trazem recadinhos. Quando um munícipe ou uma associação de pais chega com uma preocupação a um vereador e a trazemos aqui não é um recadinho. A segunda questão é que eu acho que esta questão das lombas não contradiz o meu discurso, exemplifica-o espectacularmente porque na hora em que decidem fazer alguma coisa, fazem-na mal.”

Lombas junto à escola do Refúgio, polémicas no local, nas redes sociais e na reunião pública do executivo.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados