RCB/TuneIn
Domingo, 18 Nov 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
CCD LE√ēES DA FLORESTA COM NOVO PRESIDENTE
Rádio Cova da Beira
Jos√© Armando Garcia √© o novo presidente da direc√ß√£o do CCD Le√Ķes da Floresta, na Covilh√£. Para surpresa dos associados, na assembleia geral eleitoral foram apresentadas duas listas concorrentes aos √≥rg√£os sociais.
Por Paulo Pinheiro & Miguel Malaca em 03 de Nov de 2018

O segredo foi bem guardado. Quando se esperava a eleição de António Jerónimo, ex-presidente do elenco directivo, e que anunciou a sua candidatura no passado mês de Setembro, na sequência da demissão da anterior comissão de gestão presidida por Hugo Garcia, no decorrer da assembleia-geral desta sexta-feira, 2 de Novembro, outra lista (B) foi apresentada á mesa da assembleia-geral, liderada por José Armando Garcia, na direcção, Carlos Mineiro, na assembleia-geral, e Pedro Gato, no conselho fiscal.

Contados os votos, votaram na lista B 72 associados contra 24 na lista A, encabeçada na direcção por António Jerónimo, Júlio Filomeno na assembleia-geral e Marco Alves no conselho fiscal.

A lista vencedora contou com o apoio de sócios mais antigos que, de acordo com os estatutos, representam individualmente mais que um voto. A tomada de posse ocorreu imediatamente a seguir ao acto eleitoral.

 

No final, o novo presidente da direcção explicou os motivos pelos quais a lista B avançou na corrida leitoral

“Isto andava tudo muito mal encaminhado, principalmente pela antiga direcção e recentemente pelas comissões administrativa e gestão. Este clube é dos sócios e foi por isso que juntámos este grupo de pessoas para dirigir a colectividade para continuar a ser os Leões da Floresta”, disse.

 

José Armando Garcia promete que a direcção que lidera “vai fazer o máximo que puder em prol do CCD porque isto é nosso e não dos estudantes. Eles fazem cá falta, é importante a sua presença, mas também a dos sócios. Vamos fazer o melhor possível. Agora vamos fazer o levantamento da situação”. Quanto às modalidades existentes “se as pessoas quiserem continuar nós iremos fazer os possíveis para que isso aconteça, mas depende dos custos para a colectividade”.

 

Júlio Filomeno, candidato da lista A à presidência da assembleia-geral, e durante vários anos presidente do órgão, não escondeu a surpresa com o aparecimento da segunda lista

“Contrariamente àquilo que se vinha veiculando ao longo dos últimos meses, nada fazia prever que aparecesse à última hora uma outra lista. Os sócios entenderam que deviam votar na lista B e ganhou. Quero felicitar a última comissão de gestão porque estava a desenvolver um projecto em condições para o CCD, com várias démarches feitas para serem resolvidas imediatamente. Espero que as pessoas que vão entrar que sejam dignas e competentes e tragam para os Leões o melhor que puderem e souberem e daqui a dois anos cá estaremos na AG para vermos se foi positivo ou não o trabalho da nova direcção. Mais que teorias é preciso ver a prática”, concluiu.         


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados