RCB/TuneIn
Sexta, 16 Nov 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
JOAQUIM BRIGAS ELEITO NO IPG
Rádio Cova da Beira
O novo presidente do instituto politécnico da Guarda quer manter uma colaboração séria e saudável com outras instituições de ensino superior da região, como são os casos da universidade da Beira Interior e do instituto politécnico de Viseu. Joaquim Brigas foi eleito na passada quarta-feira à segunda volta como novo presidente do IPG.
Por Nuno Miguel em 02 de Nov de 2018
Na primeira votação, Joaquim Brigas obteve 16 votos contra 12 de Gonçalo Fernandes e três de Pedro Rodrigues. Na segunda volta o antigo director da escola superior de educação obteve 17 votos e Gonçalo Fernandes conseguiu 14. O novo presidente do IPG refere que só agora se vai concentrar na constituição da restante equipa directiva mas quer liderar uma instituição que assuma um papel importante ao nível do desenvolvimento regional “tem de existir uma colaboração séria e saudável, não é uma instituição tentar secar a outra quando há sucesso em algumas áreas. Tem de ser uma colaboração saudável e olhar para o sucesso da região onde estamos inseridos. Temos uma grande proximidade com a UBI e com Viseu e no politécnico da Guarda temos de trabalhar para o desenvolvimento da nossa instituição. Todos os entendimentos com outras instituições serão aprofundadas, dependendo da vontade das partes e dos benefícios que isso possa trazer para o IPG e para a região”. 
Logo depois de ter sido eleito para o cargo, na última reunião do conselho geral do IPG, Joaquim Brigas entende que é necessário desenvolver uma gestão de ruptura com o passado recente da instituição “nos últimos anos os resultados falam por si e por isso não interessa estar a fazer críticas a ninguém. O número de alunos não é o desejável, o número de cursos aprovados é uma coisa que até nos envergonha. Nos últimos 12 anos não tivemos nenhuma licenciatura aprovada. Há por isso toda uma série de actividades que é preciso desenvolver para tirar o politécnico desta situação, envolvendo as pessoas, com o objectivo claro de inverter esta tendência”.  
A cerimónia de tomada de posse do sucessor de Constantino Rei como presidente do politécnico da Guarda vai ser agendada logo que os resultados desta eleição sejam homologados pela direcção geral do ensino superior.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados