RCB/TuneIn
Sexta, 16 Nov 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
COMBATENTES LEMBRAM MORTOS
Rádio Cova da Beira
No dia de “Todos os Santos”, assinalado esta quinta-feira, como é habitual, o Núcleo da Covilhã da Liga dos Combatentes realizou a romagem aos talhões do cemitérios da Covilhã e do Fundão, onde após os toques respectivos de homenagem aos mortos foi colocada uma coroa de flores.
Por Paulo Pinheiro em 02 de Nov de 2018

Um gesto carregado de forte simbolismo porque “não podemos nunca esquecer os que perderam a vida ao serviço do país. É uma obrigação nossa”, refere à RCB o presidente da direcção do núcleo.

Na Covilhã, como é habitual, a actividade contou com a presença de um maior número, “mas ficamos contentes de ver aqui no Fundão pessoas novas a acompanhar-nos nesta homenagem. É bom que todos pensem que no futuro todos precisamos de ser recordados. Há dias vi num monumento escrito a seguinte frase “Um homem só morre quando deixa de ser recordado”, frisa João Azevedo.

 

Questionado acerca do processo da assinatura de escritura de cedência do terreno do talhão dos combatentes do cemitério do Fundão da autarquia para o núcleo da Covilhã da Liga dos Combatentes, o dirigente adianta que o município já efectuou o levantamento do espaço, mas enquanto o procedimento burocrático não estiver concluído “não podemos fazer nada”, conclui.

O Núcleo da Covilhã da Liga dos Combatentes, em colaboração com a CMC, assinala no próximo dia 11 de Novembro, pelas 10:30h, junto ao monumento aos combatentes da Grande Guerra (1914-1918), ao jardim público, na Covilhã, o centenário do Dia do Armistício, que simboliza o fim da Grande Guerra. No final da tarde, decorre na UBI uma palestra sobre o tema.   


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados