RCB/TuneIn
Domingo, 18 Nov 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
CMP: DOMINGOS TORRÃO ABANDONA REUNIÃO
Rádio Cova da Beira
Domingos Torrão ausentou-se da reunião extraordinária do executivo de Penamacor por não ter recebido a tempo alguns dos documentos que faziam parte da ordem de trabalhos do encontro onde foi votado o plano e orçamento para o próximo ano no valor de 15 milhões de euros.
Por Paula Brito em 01 de Nov de 2018

O autarca do movimento “Penamacor no Coração” disse que recebeu os documentos na véspera, já no final da tarde, “e eu, sinceramente, não me sinto à vontade para tomar qualquer posição relativamente a estas matérias, de modo que, atendendo à nova lei da administração local e ao código do procedimento administrativo, eu vou-me embora porque não estou em condições de tomar posição relativamente às matérias que aqui estão.”

Domingos Torrão saiu, sentindo-se até “um pouco destratado”, e a reunião prosseguiu já que, no entender de António Beites, os documentos do orçamento para 2019 foram entregues dentro dos prazos e os que foram entregues no dia anterior à reunião “seriam de fácil explicação.”

A maioria aprovou por unanimidade o orçamento e grandes opções do plano para 2019, no valor de 15 milhões de euros, mais um milhão do que no ano passado. Segundo o presidente da câmara municipal de Penamacor, trata-se de um orçamento estrutural devido às intervenções que contempla, algumas que se vão prolongar até 2020.

“Estamos a falar da requalificação de toda a zona histórica de Penamacor, da ampliação da zona industrial e da requalificação do teatro clube de Penamacor, três intervenções estruturais para Penamacor.”

Dos 15 milhões de euros do orçamento, cinco milhões serão para a realização destas e outras obras no concelho, enumeradas pelo autarca.

“A incubadora para a valorização de recursos endógenos que pretendemos ver concluída no próximo ano, o inicio do processo para a requalificação e ampliação das termas da Fonte Santa, uma componente habitacional quer para o mercado de arrendamento quer para a construção de novos fogos, e depois também várias obras de reabilitação urbana quer nas freguesias quer nas vias de comunicação do concelho.”

Segundo o autarca, o orçamento de 2019 é finalmente o orçamento das obras alavancadas pelo Portugal 2020.

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados