RCB/TuneIn
Domingo, 18 Nov 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
LAGAR GANHA MIL NOVOS SÓCIOS
Rádio Cova da Beira
A campanha da azeitona na Cooperativa de Olivicultores do Fundão arranca a 19 de Novembro. Espera-se uma campanha idêntica à do ano passado em que deram entrada no lagar duas mil toneladas de azeitona. Um aumento a que não é alheio o aumento de sócios “que passaram de 1.500 para cerca de 2.500”, nos últimos quatro anos.
Por Paula Brito em 30 de Oct de 2018

A direcção decidiu dividir a campanha em duas fases. A primeira, nos dias 19, 21 e 23 de Novembro, das 9h às 17h, para os produtores da zona sul do concelho, e a partir de 26 de Novembro para todos, de segunda a sábado, das 8h às 18h.

A decisão fica a dever-se aos diferentes níveis de maturação da azeitona a sul e a norte da Gardunha, explicou a direcção que espera uma campanha idêntica à do ano passado, apesar das condições climatéricas terem afectado alguns olivais.

“Prejudicou um pouco a sul da Gardunha, a norte está razoável, somos capazes de ter um ano equivalente ao que passou, acho que vamos ter  mesma produção, daí a razão de termos comprado as vasilhas, a prever esse aumento.”

A cooperativa preparou-se para o aumento de azeite com a aquisição de um depósito de 50 mil litros de azeite, no valor de 7.300 euros, e equaciona adquirir outro, no próximo ano, uma vez que os sócios do lagar têm vindo a aumentar. Segundo José Pereira Caniça, desde que a actual direcção tomou posse quase que duplicou o número de sócios, com entrada de cerca de mil sócios nos últimos anos.

“Cada vez temos mais sócios, é rara a semana que não assine o recibo da entrada de novos sócios, ainda bem, é sinal que acreditam em nós.”

O tesoureiro da direcção da cooperativa de olivicultores do Fundão diz que a última campanha foi “óptima” com a recepção de 2 mil toneladas de azeitona, que se traduziu na produção de 467 mil litros de azeite e 2.500 toneladas de bagaço.

“Pagámos o azeite aos sócios a 3,30 euros mais IVA, foi o segundo ano a pagarmos a este preço, um preço político, porque no mercado o azeite é a 2,80 euros, nós pagámos mais para que os agricultores se habituarem a deixar a azeitona na cooperativa para que nós o consigamos comercializar.”

O objectivo é aumentar a exportação que está a atingir os 20% das vendas, sobretudo para França, Canadá, Moçambique, Inglaterra e Lituânia.

Na última assembleia geral foram ainda aprovadas por maioria as contas referentes ao exercício de 2017/2018 que terminou com um saldo positivo de cerca de 10 mil euros.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados