RCB/TuneIn
Sexta, 16 Nov 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
“UM MOMENTO DE AFIRMAÇÃO”
Rádio Cova da Beira
A presidente da associação portuguesa de bibliotecários, arquivistas e documentalistas espera que o décimo terceiro congresso nacional daquela estrutura, que está a decorrer no Fundão até à próxima sexta-feira, e que reúne 400 congressistas de todo o país, possa marcar um momento de afirmação de todos os profissionais que trabalham nesta área.
Por Nuno Miguel em 25 de Oct de 2018
A afirmação feita por Alexandra Lourenço na sessão de abertura deste congresso e onde a presidente da BAD refere que devido às constantes alterações ao nível da informação, fruto da adopção das novas tecnologias, é necessário ter uma abordagem inovadora para os problemas que diariamente são colocados aos técnicos “a sociedade exige-nos uma abordagem inovadora, orientada para as soluções e a nós todos compete-nos demonstrar que é possível a construção de um caminho identitário mas de fronteiras abertas. Este deve ser o congresso de afirmação de um grupo profissional, especializado, e que está em pleno período de ascensão uma vez que a informação é algo absolutamente vital para todos os sectores”.   
Alexandra Delgado considera ainda que é necessário mobilizar as entidades para reforçar o trabalho em parceria, pretendendo a associação ter um papel importante no fomento deste tipo de movimentos agregadores “têm-se constituído redes intermunicipais de bibliotecas públicas, anuncia-se a rede de bibliotecas das instituições de ensino superior a que se junta a já existente rede de bibliotecas públicas e de bibliotecas escolares. Surgem redes de arquivos. A nossa associação pode e deve fomentar estes movimentos agregadores, contribuindo para a soma das parte, e como voz dos profissionais junto das estruturas governativas”.   
Um dos exemplos desse movimento agregador está a ser dado pela comunidade intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, referiu o presidente da câmara do Fundão. Paulo Fernandes sublinha que “as autarquias devem saber cada vez mais trabalhar em rede e nós temos neste momento um desafio ao nível da nossa comunidade intermunicipal que passa pela criação de uma rede de serviços partilhados e é exactamente ao nível das bibliotecas e das redes de arquivo que estamos a dar o pontapé de saída relativamente a esta geografia regional, para que o acervo geográfico possa ser disponibilizado aos 15 municípios que integram esta comunidade”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados