RCB/TuneIn
Sexta, 16 Nov 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
CASTELO BRANCO ACOLHE FEIRA NACIONAL DO MEL
Rádio Cova da Beira
A iniciativa vai decorrer entre os dias 16 e 18 de Novembro e é organizada pela federação nacional dos apicultores em parceria com a associação de apicultores do Tejo Internacional.
Por Nuno Miguel em 20 de Oct de 2018
Uma iniciativa que vai ser complementada com um fórum onde vão ser abordados temas como o impacto do sector na economia regional e a consequências na produção dos incêndios de 2017, como refere Odete Gonçalves, representante da «Meltagus»: “na feira nacional do mel vamos ter as maiores empresas a nível nacional e que durante três dias vão ter a oportunidade de apresentar os seus produtos na nossa cidade. Já o fórum vai ter as suas actividades concentradas em apenas um dia e onde vamos contar com a participação de vários investigadores e que nos vão apresentar alguns projectos desenvolvidos ao longo do último ano no âmbito do programa apícola nacional. Para além disso vamos abordar os impactos à produção resultantes dos incêndios que tivemos no último ano e também vamos abordar a importância da apicultura na economia regional”.     
O anúncio foi feito no final de uma visita efectuada à central meleira de Castelo Branco que recolheu na campanha deste ano 36 toneladas de mel, mais seis do que no ano passado. Números que de acordo com o presidente da autarquia albicastrense, Luís Correia, tem contribuído para um maior crescimento do sector e permitido o aumento do número de produtores “em 2018 extraímos 68 lotes de mel, fizemos secagem de 100 quilos de pólen totalmente oriundo da região, quatro toneladas de cera e aumentamos a procura de 42 para 55 apicultores. Desta forma é possível verificar uma maior adesão por parte dos produtores à central meleira e consideramos que é investimento que tem motivado este sector na nossa região, sendo um factor importante para a nossa economia”.     
Na campanha deste ano, a central meleira adquiriu uma nova máquina para a extracção de mel e um novo equipamento para esterilização e tratamento de cera. Investimentos que permitiram duplicar, de duas para quatro toneladas, o aproveitamento de cera. Números que se espera que possam ser duplicados na campanha de 2019. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados