RCB/TuneIn
Quinta, 13 Dez 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
SP. COVILHÃ APROVA CONTAS COM SALDO POSITIVO DE €250 MIL
Rádio Cova da Beira
Quinze sócios aprovaram ontem em assembleia geral por unanimidade o relatório e contas da época desportiva 2017-2018 do Sporting da Covilhã com saldo positivo em 250.892 euros. No documento apresentado, sobressai o aumento em €407 mil do total do activo do clube para 2,198 milhões de euros, com as receitas a subirem para 485 mil e as despesas a aumentarem para 226 mil euros.
Por Miguel Malaca em 17 de Oct de 2018

No decorrer da assembleia geral, o técnico oficial de contas Sérgio Passarinha sublinhava que " o passivo perdeu peso relativamente ao património", apesar do passivo do clube ter aumentado de 182 para 501 mil euros. 

No final da reunião magna, o presidente dos serranos justifica estes números devido "ao excelente trabalho realizado por mim e pela minha direcção, e os associados agora que tirem as suas ilações. Este é um clube sui generes e ímpar no país a este nível. Sem comparação. E acrescento, nesta terra não acredito que alguém, num clube, instituição ou empresa, faça melhor do que eu e a minha equipa. Sem esquecer que continuamos a não deve nada a ninguém, jogadores, treinadores, funcionários, fornecedores, fisco e segurança social". Disse José Mendes à RCB. 

Os sócios aprovaram ainda por unanimidade uma proposta(que não constava inicialmente da ordem de trabalhos, mas que foi aceite pelos presentes), de conversão em capital um empréstimo no valor de 350 mil euros feito pelo clube à SDUQ, relativo às obras de beneficiação do estádio Santos Pinto. O presidente da assembleia geral explicou à RCB que " o Sporting Clube da Covilhã emprestou à SDUQ 350 mil euros em suprimentos. Converteu-os em prestações suplementares de capital. Deixa de ser um empréstimo, passa a ser capital da SDUQ, que permite reforçar a estrutura de capital da própria SDUQ, o que vem acabar por mostrar uma solidez enorme, e que pode ser pago em dois, três anos. O importante aqui, é também realçar os saldos positivos nas contas do clube e da SDUQ na última temporada", refere Luís Veiga.

Quanto à equipa de futebol, ficou a saber-se que Daniel Barbosa, Pedrinha e Luciano Vitor(continua como treinador de guarda-redes) são os adjuntos de Filó(Filipe Rocha).

O novo técnico do Sp. Covilhã(substituiu Dito no cargo), estreia-se domingo em Ponte de Lima para a Taça de Portugal.

Quanto à troca de Dito por Filipe Rocha, o líder dos serranos afirmou à RCB que "algo tinha que ser feito nesse sentido. Os resultados não estavam a ser positivos, e tinha de fazer qualquer coisa e decidi alterar a estrutura técnica. Dito é um grande senhor do futebol e fora dele, isso não está em causa, mas, independentemente de estarmos ainda no início do campeonato da II Liga, era importante darmos um abanão na equipa, pois não estavam a aparecer as vitórias. Não era um sonho trazer Filó para a Covilhã, é, isso sim, um acreditar que as coisas vão mudar para melhor, ele trás dinâmica, e motivação ao plantel, é um bom treinador e acredito também que as vitórias vão aparecer rapidamente, aliás são necessárias à equipa, ao clube e aos adeptos e sócios, e a começar já pelo jogo da Taça de Portugal onde queremos seguir em frente. Vai ser complicado e difícil, será num relvado sintético, mas acredito que vamos passar. Entretanto quero desde já agradecer à Câmara Municipal do Fundão e ao Clube Académico do Fundão a disponibilidade em apoiar-nos na cedência do estádio municipal durante dois dias à nossa equipa profissional para se adaptar ao relvado". Conclui José Mendes.

Os serranos treinam a esta hora e voltam a fazê-lo amanhã às 15h no sintético do municipal fundanense tendo em vista o jogo frente ao Limianos.

Recorde-se que para a II Liga, após seis jornadas realizadas, o Sp. Covilhã está em penúltimo lugar da tabela classificativa com apenas 5 pontos.

O próximo do campeonato está marcado para dia 27 de outubro(sábado) às 18 horas no Seixal frente ao SL Benfica B.

Relato na RCB.

O Sporting da Covilhã tem actualmente 2.627 sócios.

Relativamente a outubro de 2017, o clube perdeu seis associados!.

Por último referir que no que diz respeito ao apoio do Município da Covilhã para com o SCC(protocolo assinado no valor de 150 mil euros em três anos(€50 mil cada), para 2018, 2019 e 2020, ainda não foi pago.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados