RCB/TuneIn
S√°bado, 16 Out 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
SOFRER RUMO AOS TR?S PONTOS
N?o foi nada f?cil a miss?o do Sporting da Covilh?, este domingo, frente ao Penafiel. Uma vit?ria muito sofrida, constru?da no primeiro quarto de hora do segundo tempo.
Por César Duarte Ferreira em 22 de Feb de 2010

A equipa do Covilhã, de facto, caminha sobre brasas, pois é notória a ansiedade dos comandados de Nicolau Vaqueiro a jogar em casa. O Penafiel aproveitou esse facto, entrou melhor, mas a primeira equipa a criar perigo foi mesmo o Covilhã. Jorge Monteiro isola-se corre meio campo sozinho e quando devia ter feito o golo, preferiu fintar o defesa e a jogada perdeu-se. A partir daqui o Penafiel cresceu, explorava bem as alas, principalmente a esquerda e aproveitava o muito espaço que o meio campo serrano dava.

A melhor situação penafidelense chega ao minuto 38, quando Vítor de livre atira a Barra da baliza à guarda de Igor Araújo.Na segunda parte Nicolau Vaqueiro mexeu e bem. Saiu Sufrim e Belassaham e entraram Paulo Gomes e Basílio. E foi do médio serrano que o primeiro lance de perigo surgiu. Livre descaído da esquerda que obriga Zé Eduardo a aplicar-se e a atirar a bola para canto. Na sequência do canto Auri de cabeça faz o primeiro da partida, estava decorrido apenas um minuto da primeira parte. Quando se pensava que este golo poderia trazer mais tranquilidade aos serranos, o Penafiel responde com o golo do empate, sete minutos depois. Um passe fabuloso de Josué a desmarcar a entrada de Carlos Carneiro que no meio dos defesas serranos encosta para o 1-1. Mas também o empate foi sol de pouca dura. Aos 58, Hammes num passe longo, entrega a bola a Pimenta que cruza e perante a passividade da defesa forasteira, Monteiro  encosta para o 2-1.

A partir daqui foi serrar fileiras, vestir o fato de macaco e sofrer. E o Penafiel teve duas situações para marcar, ambas por Carlos Carneiro, a primeira Igor defende com categoria, a segunda o avançado penafidelense atira ao lado.

Uma vitória saborosa do SCC, que relança a luta pela manutenção, na Liga Vitalis.Uma nota final, para o presidente do Sporting da Covilhã, José Mendes. O dirigente sentiu-se mal, na segunda parte, e teve mesmo de ser transportado para o hospital Pêro da Covilhã, onde realizou exames. José Mendes já teve alta e seguiu para o Porto, onde reside.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados