RCB/TuneIn
Domingo, 21 Out 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
UBI: DÉFICE FINANCEIRO VAI AGRAVAR-SE EM 2019
Rádio Cova da Beira
A universidade da Beira Interior vai fechar o ano 2019 com um défice financeiro superior a três milhões de euros. Os números são revelados pelo reitor da instituição depois de terem sido submetidos os valores a incluir proposta de orçamento de estado para o próximo ano.
Por Nuno Miguel em 12 de Oct de 2018

Outras da categoria:

Ao contrário do que sucedeu em 2018 a UBI decidiu submeter a proposta à direcção geral do orçamento, mas a situação veio evidenciar um agravamento da situação de subfinanciamento, como refere o reitor da instituição “a situação agravou-se em relação a este ano mas apesar disso submetemos o orçamento porque no ano passado ficamos prejudicados. Efectivamente havia a esperança de que o parlamento, em sede de aprovação do orçamento de estado, rectificasse a proposta do governo, o que acabou por não acontecer, e por isso este ano não arriscámos. Se no ano passado nós estamos a falar de uma verba que nos impediu de submeter o orçamento de um milhão e 300 euros eu já transmiti ao conselho geral que este ano esse valor é de três milhões e 800 mil euros”.   
Para fazer face à situação, António Fidalgo admite que tiveram de ser incluídas receitas próprias nesta proposta de orçamento, uma vez que o sistema informático não permite a existência de rubricas com saldo negativo “na plataforma nós não podemos submeter défices e então o que colocámos na proposta foram receitas extraordinárias. Ou seja acabámos por empolar as receitas porque os montantes que estamos a prever rondam os dez milhões de euros. E por isso os tRês milhões e 800 mil que nos faltam foram compensados com essas receitas extraordinárias”.  
Em 2019 a UBI vai ter uma dotação do orçamento de estado de 27 milhões e 500 mil euros, o que representa um aumento de meio milhão de euros face a 2018. No entanto esse valor não chega para fazer face ao aumento da despesa relacionada com as reposições salariais “o valor aumentou em cerca de 500 mil euros mas só para fazer as reposições salariais que resultam das alterações previstas para 2019 são de 700 mil euros. Já a alteração que decorreu da imposição do orçamento de estado de 2018 obrigou-nos a ter um défice maior do que estava previsto. Esse valor era de um milhão e 300 mil euros mas vai chegar no final deste ano a um milhão e 800 mil”. 
Face a este cenário, o reitor da UBI considera que não é possível responder ao repto de diminuição do valor das propinas, que foi lançado no arranque do novo ano lectivo, pelo presidente da associação académica sob pena de a situação financeira da instituição se agravar ainda mais.  

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados