RCB/TuneIn
Terça, 18 Dez 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
ENFERMEIROS “MUITO PREOCUPADOS” COM FALTA DE RECURSOS HUMANOS
Rádio Cova da Beira
O Centro Hospitalar e Universitário da Cova da Beira é a unidade de saúde de toda a região centro com menor rácio de enfermeiros. A denúncia é feita pelo presidente da secção regional do centro daquela ordem profissional que, durante os últimos quadro dias, dinamizou um conjunto de actividades no CHCB ao abrigo do projecto “Lado a Lado”. A iniciativa está a ser desenvolvida há sensivelmente um ano e que pretende criar uma aproximação entre o trabalho dos enfermeiros e das instituições de saúde.
Por Nuno Miguel em 05 de Oct de 2018

Em declarações à RCB, Ricardo Matos refere que “neste hospital vive-se um clima que para nós, enquanto entidade reguladora, é bastante preocupante. Estamos a falar de um centro hospitalar que presta cuidados de saúde a uma população bastante alargada, cerca de 100 mil pessoas, e tem os rácios de enfermagem mais baixos de toda a região centro. Os serviços não conseguem assegurar a qualidade e a segurança dos cuidados que são prestados à população e não senti por parte do conselho de administração uma preocupação séria em relação a esta matéria. O conselho de administração está muito preocupado com a produtividade clínica e pouco preocupado com a qualidade dos cuidados que aqui são prestados”. 

 

Ricardo Matos acrescenta que em Fevereiro deste ano os enfermeiros chefe de todos os serviços enviaram um manifesto ao conselho de administração, demonstrando a sua preocupação com o assunto mas até agora nada foi feito. Por isso é urgente tomar medidas que permitam inverter a situação “aquilo que nós exigimos é uma mudança muito clara da política que está instalada neste hospital. E estamos a falar de um conselho de administração que recebeu uma exposição de todos os enfermeiros chefe a referir as condições manifestamente insuficientes para assegurar a qualidade a segurança dos cuidados. Esse manifesto foi feito em Fevereiro deste ano e onde foi reconhecido um grave défice do número de enfermeiros e até ao momento não houve qualquer tipo de resolução”.   

 

De acordo com o presidente da secção regional do centro da ordem dos enfermeiros entre 2005 e 2018 o número de enfermeiros diminuiu de 450 para 370. Ricardo Matos estima que neste momento, e para que todos os serviços funcionem dentro dos parâmetros normais “é necessário que sejam contratados mais uma centena de enfermeiros para esta instituição. Foi-me reportado que em 2005 existiam 450 enfermeiros e neste momento temos um centro hospitalar com cerca de 370 enfermeiros. Isto é bastante sério. Nós temos serviços de medicina e de ortopedia a trabalharam muito abaixo dos mínimos aceitáveis em tipologias como estas. Estamos por isso muito preocupados com a realidade a que estivemos a assistir e nesse sentido vamos reportar todo este quadro à tutela para perceber que tipo de resolução pode ser tomada para este centro hospitalar”.  

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados