RCB/TuneIn
Quarta, 24 Out 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
JERÓNIMO DE SOUSA NA COVILHÃ
Rádio Cova da Beira
O secretário-geral do PCP vai estar de visita àquele concelho no próximo dia nove de Novembro onde vai marcar presença num comício no âmbito da campanha “valorizar os trabalhadores, dar mais força ao PCP”. O anúncio feito em comunicado pela direcção da organização de Castelo Branco onde é feito o balanço da actividade desenvolvida por aquele organismo.
Por Nuno Miguel em 03 de Oct de 2018

De acordo com o PCP, o desenvolvimento dessa campanha tem por base “as alterações à legislação laboral com a introdução de normas gravosas para os trabalhadores e os seus direitos e que se impõe que sejam revogadas” deixando ainda um apelo à luta desenvolvida por várias classes profissionais, como os enfermeiros e os professores, considerando que esse caminho “será determinante para progredir na conquista e reposição de salários e direitos”.

 

No âmbito da nova lei de transferência de competências para as autarquias, o PCP alerta que “esta legislação, resultante de um acordo entre PS e PSD, confirma a consagração do subfinanciamento do poder local e a transferência de encargos em áreas e domínios vários, colocando novos e sérios problemas à gestão das autarquias e, sobretudo, à resposta aos problemas das populações”. Nesse sentido a direcção da organização regional sustenta que é necessário implementar “uma verdadeira política de descentralização, que tem que passar pela devolução de serviços de proximidade às populações e pelo cumprimento da constituição com a implementação das regiões administrativas”. No dia 19 de Outubro este conjunto de temáticas vai ser abordado numa sessão pública que vai decorrer em Castelo Branco e que decorre sob o mote “a política patriótica e de esquerda para o desenvolvimento do interior”.

 

O PCP valoriza ainda as acções contra as portagens na A23, 24 e 25 e apela ao seu “reforço e continuação, considerando que “no recente debate promovido pela plataforma contra as portagens, ficou patente que PS, PSD e CDS continuam a criar obstáculos à eliminação deste entrave ao desenvolvimento desta região com consequências profundamente negativas para as populações e para o seu tecido económico”.

 

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados