RCB/TuneIn
Quarta, 24 Out 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
MINISTRO REPUDIA ABUSOS
Rádio Cova da Beira
O ministro da ciência, tecnologia e ensino superior vem, em comunicado, lamentar e repudiar os dois eventos associados a “praxes académicas” que foram noticiados nos últimos dias. Manuel Heitor confirma “o total apoio ao combate a manifestações de abuso, humilhação e subserviência realizadas entre grupos de estudantes, sejam no espaço público ou dentro das instituições”.
Por Nuno Miguel em 01 de Oct de 2018
Tendo tido conhecimento das ocorrências identificadas nas universidade da Beira Interior e de Évora, em que foram praticados alegados actos de coacção física ou psicológica sobre estudantes, Manuel Heitor já contactou os reitores das duas universidades assim como o director geral do ensino superior e já remeteu toda a informação recolhida à inspecção geral da educação e ciência (IGEC) para que “no quadro das competências que lhe estão legalmente atribuídas, desenvolva a actuação adequada nas situações em apreço e no sentido de punir adequadamente todas as manifestações de poder, humilhação e subserviência associadas a praxes académicas, designadamente quando conflituam directamente com a missão do ensino superior e o propósito daqueles que o frequentam”.
Neste comunicado, o ministério “repudia as imagens degradantes que as praxes académicas transmitem à sociedade e considera que a integração dos novos estudantes deve ocorrer de forma positiva, em moldes que apresentem aos novos estudantes as vantagens da formação superior, sabendo que é essa também a visão dos responsáveis das instituições de ensino superior”.
O ministério da ciência e ensino superior recorda ainda que “durante os últimos anos já enviou mensagens “a todos os dirigentes académicos e estudantis defendendo que a valorização das tradições académicas, mesmo quando existentes, não pode legitimar que se humilhe e desvalorize a autoestima dos mais novos”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados