RCB/TuneIn
Quarta, 24 Out 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
FUNDANENSE VENCE GRAND FONDO ALDEIAS DO XISTO
Rádio Cova da Beira
Cerca de mil ciclistas, 14% estrangeiros, de 12 pa√≠ses diferentes, participaram no √ļltimo fim-de-semana no Grand Fondo Aldeias do Xisto com partida e chegada, pela primeira vez, no Fund√£o. A cereja em cima do bolo foi o vencedor da prova, o fundanense Bruno Nogueira que subiu ao primeiro lugar do p√≥dio na sua terra natal.
Por Paula Brito em 01 de Oct de 2018

“Foi bom, foi uma prova muito dura porque tive escapado desde o quilómetro 20, fiz 130 quilómetros sozinho, e uma prova em que havia gente muito boa, é difícil fazer isto, por isso estou contente. Toda esta zona é muito bonita, o percurso é muito bom, a polícia protege os atletas, está muito bem organizado, porque eu trabalho em Barcelona, às vezes participo em corridas e a organização não é tão boa como aqui em Portugal.”

Bruno Nogueira venceu o Grand Fondo, Michel Machado, de Castro d´Aire venceu o médio Fondo, numa prova sem facilidades.

“É sempre bom ganhar uma prova mas foi com muito sacrifício, arranquei muito atrás, foi na última box, e o andamento logo no início foi alto e passar 600 atletas foi logo a maior parte da dificuldade, depois na subida ataquei para tentar ganhar vantagem e chegar sozinho.”

O director da prova, António Queirós, fez, no final à RCB um balanço positivo.

“Correu bem, a nossa principal preocupação é a segurança, embora haja sempre alguns acidentes, não houve nada de muito grave, a maior parte das pessoas chegaram satisfeitas, o que quer dizer que os percursos e as paisagens que oferecemos são do agrado das pessoas e está-se a trabalhar numa estratégia para fazer disto um destino de referência para o destino desportivo, em especial para o ciclismo.”

O presidente da câmara do Fundão, Paulo Fernandes, destaca a simbiose entre turismo e desporto que esta prova permite. Depois de vários anos a realizar-se na Lousã, o Grand Fondo esteve pela primeira vez nas serras do Açor e da Gardunha, provando que o território das aldeias do xisto é um destino ciclável.

“É um território a descobrir para os quase mil participantes que deixaram a nossa hotelaria toda ocupada e depois, o posicionamento do Fundão e do território das aldeias do xisto de ser um destino ciclável.”

Certo é que no próximo ano o Grand Fondo volta a realizar-se no Fundão.

“Nas aldeias do xisto não lançamos sementes à terra para tirar a seguir, deixamos germinar, queremos que se consolide e pelo menos, no período de dois a três anos, o Grand Fondo Aldeias do Xisto partirá do Fundão.” Refere Rui Simão, coordenador da ADXTUR – Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados