RCB/TuneIn
Quinta, 09 Abr 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
AMF SAÚDA ACOLHIMENTO DE MIGRANTES NO MUNICÍPIO
Rádio Cova da Beira
Assembleia Municipal do Fundão aprovou por unanimidade uma moção na qual saúda o acolhimento de 19 migrantes resgatados em Julho pelo navio Aquarius, que chegaram ao concelho, na passada terça-feira
Por Paulo Pinheiro em 30 de Sep de 2018

“Expressar a sua solidariedade perante a situação dramática e de emergência vivida pelos refugiados. Saudar o acolhimento de 19 refugiados regatados no Mar Mediterrâneo e que há vários meses aguardam uma resposta da União Europeia condizente com os princípios e valores que nos caracterizam”,

Clotilde Barata, da bancada do PSD, foi a eleita designada para a leitura da moção, subscrita por todas as bancadas da Assembleia Municipal do Fundão, onde é sublinhado o papel do Fundão nesta operação, uma terra acolhedora e humanista

“Com tradição e casos recentes de integração de pessoas de outros países tendo município estabelecido protocolos de colaboração com o Alto Comissariado para as Migrações com o intuito de criar condições para o sucesso desses processos. O Fundão é a terra que viu nascer António Guterres a quem o Mundo deve um trabalho ímpar na luta pelos Direitos Humanos e pela dignidade daqueles que são forçados a abandonar as suas origens por uma questão de sobrevivência. O Fundão é uma terra de migrações que sempre viu partir e chegar pessoas em procura de melhores condições de vida e que agora acolhe os que mais precisam”.

A moção defende ainda que a União Europeia deve responder à realidade e tragédia dos migrantes “de acordo com os seus princípios e valores fundacionais, promovendo dos Direitos Humanos e eliminando qualquer espaço para o racismo e xenofobia”.

Na sessão da Assembleia Municipal do Fundão, o presidente da câmara agradeceu a o apoio do órgão deliberativo e garantiu estarem reunidas condições para que o processo de integração dos 19n migrantes decorra com normalidade. Para Paulo Fernandes este é mais um desafio que o concelho tem pela frente

“Estão reunidas condições, diria normais dadas as circunstâncias, em relação ao processo de acolhimento. É neste sentimento e com estes valores hoje aqui partilhados que vamos continuar a trabalhar.  É um desafio, é uma responsabilidade, mas de vez em quando também é bom sentirmos que estamos do lado correcto da história”

A Assembleia Municipal do Fundão aprovou por unanimidade dois votos de pesar: um pelo falecimento de José Francisco Lourenço de Ascensão (63 anos), desde 2013 presidente da assembleia de freguesia de Alcaria. Foi o actual presidente da junta de freguesia que apresentou a proposta.

O outro, lido por Luís Lourenço, da CDU, pela morte de Manuel Salvado Sanches, empresário, explorou o Café Portugal e esteva na criação da Gramer, tendo sido um dos sete cidadãos do Fundão que integraram a Comissão Administrativa da Câmara Municipal do Fundão.

A Assembleia Municipal aprovou ainda por maioria, 26 votos a favor, nove contra e duas abstenções a proposta da autarquia do Plano de Ajustamento Municipal e a extinção do PAEL

  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados