RCB/TuneIn
Sábado, 15 Dez 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
AMF SAÚDA ACOLHIMENTO DE MIGRANTES NO MUNICÍPIO
Rádio Cova da Beira
Assembleia Municipal do Fundão aprovou por unanimidade uma moção na qual saúda o acolhimento de 19 migrantes resgatados em Julho pelo navio Aquarius, que chegaram ao concelho, na passada terça-feira
Por Paulo Pinheiro em 30 de Sep de 2018

“Expressar a sua solidariedade perante a situação dramática e de emergência vivida pelos refugiados. Saudar o acolhimento de 19 refugiados regatados no Mar Mediterrâneo e que há vários meses aguardam uma resposta da União Europeia condizente com os princípios e valores que nos caracterizam”,

Clotilde Barata, da bancada do PSD, foi a eleita designada para a leitura da moção, subscrita por todas as bancadas da Assembleia Municipal do Fundão, onde é sublinhado o papel do Fundão nesta operação, uma terra acolhedora e humanista

“Com tradição e casos recentes de integração de pessoas de outros países tendo município estabelecido protocolos de colaboração com o Alto Comissariado para as Migrações com o intuito de criar condições para o sucesso desses processos. O Fundão é a terra que viu nascer António Guterres a quem o Mundo deve um trabalho ímpar na luta pelos Direitos Humanos e pela dignidade daqueles que são forçados a abandonar as suas origens por uma questão de sobrevivência. O Fundão é uma terra de migrações que sempre viu partir e chegar pessoas em procura de melhores condições de vida e que agora acolhe os que mais precisam”.

A moção defende ainda que a União Europeia deve responder à realidade e tragédia dos migrantes “de acordo com os seus princípios e valores fundacionais, promovendo dos Direitos Humanos e eliminando qualquer espaço para o racismo e xenofobia”.

Na sessão da Assembleia Municipal do Fundão, o presidente da câmara agradeceu a o apoio do órgão deliberativo e garantiu estarem reunidas condições para que o processo de integração dos 19n migrantes decorra com normalidade. Para Paulo Fernandes este é mais um desafio que o concelho tem pela frente

“Estão reunidas condições, diria normais dadas as circunstâncias, em relação ao processo de acolhimento. É neste sentimento e com estes valores hoje aqui partilhados que vamos continuar a trabalhar.  É um desafio, é uma responsabilidade, mas de vez em quando também é bom sentirmos que estamos do lado correcto da história”

A Assembleia Municipal do Fundão aprovou por unanimidade dois votos de pesar: um pelo falecimento de José Francisco Lourenço de Ascensão (63 anos), desde 2013 presidente da assembleia de freguesia de Alcaria. Foi o actual presidente da junta de freguesia que apresentou a proposta.

O outro, lido por Luís Lourenço, da CDU, pela morte de Manuel Salvado Sanches, empresário, explorou o Café Portugal e esteva na criação da Gramer, tendo sido um dos sete cidadãos do Fundão que integraram a Comissão Administrativa da Câmara Municipal do Fundão.

A Assembleia Municipal aprovou ainda por maioria, 26 votos a favor, nove contra e duas abstenções a proposta da autarquia do Plano de Ajustamento Municipal e a extinção do PAEL

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados