RCB/TuneIn
Quarta, 19 Dez 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
PENAMACOR: TRIBUNAL À ESPERA DE ACESSOS
Rádio Cova da Beira
A funcionar no primeiro andar, ao tribunal de Penamacor s√≥ se chega subindo uma escadaria √≠ngreme. O juiz presidente da comarca de Castelo Branco espera que em breve, com a instala√ß√£o no edif√≠cio do balc√£o Mais de seguran√ßa social, a c√Ęmara proceda a obras e resolva o problema da acessibilidade ao tribunal.
Por Paula Brito em 27 de Sep de 2018

“Estamos à espera que a câmara avance com esse projecto que além de dinamizar o edifício vai resolver o problema das acessibilidades que o tribunal não tem, e as pessoas não refilaram mas já deviam ter reclamado.”

O elevador vem resolver o problema da acessibilidade ao tribunal onde se continuam a realizar julgamentos e fazer as diligências que se faziam antes da reforma que o rotulou de secção de proximidade.

“Neste momento colocámos mais uma funcionária em Penamacor, que foi deslocada aqui do Fundão, o funcionário que estava lá estava sozinho, e podem trabalhar à distância, não havendo processos de Penamacor podem tratar de processos de outros tribunais, e os nossos colegas juízes do Fundão deslocam-se lá para fazer julgamentos e inspecções ao local quando os processos são de lá.”  

José Avelino Gonçalves, juiz presidente da comarca de Castelo Branco diz que Penamacor continua a ter um tribunal onde se realizam julgamentos e se tratam de diligências em número reduzido, “porque infelizmente há pouca gente.”


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados