RCB/TuneIn
Segunda, 17 Dez 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
INSTINTO: NOVA LOCALIZAÇÃO E NOVO PRAZO
Rádio Cova da Beira
Vítor Pereira anunciou nova localização e novo prazo para o centro de recolha de animais errantes da Instituto. Um projecto que a associação venceu no Orçamento Participativo de 2015. Uma das duas iniciativas que a autarquia está a levar por diante para responder à lei que proíbe o abate a animais que entrou em vigor no último sábado.
Por Paula Brito em 24 de Sep de 2018
 

O presidente do município foi questionado na última assembleia municipal por Teresa Fazendeiro, do movimento “De Novo Covilhã”.a

“Que campanhas de esterilização já foram realizadas?, a plataforma informática para adopção existe?, quantos animais existem no canil?, quantos ainda podem receber?, o que é que o município vai fazer a partir do dia 23 de Setembro? O que se passa com os apoios prometidos e ganhos pela Instinto?”  

Recorde-se que a Associação Instinto venceu dois orçamentos participativos, o primeiro, em 2015, para a criação de um centro de recolha e acolhimento animal, o segundo, em 2016, um projecto de esterilização de animais errantes. Os dois totalizam 85 mil euros, mas até à data nenhum foi concretizado. O centro chegou a ser protocolado e esteve para ser construído no sítio dos caldeirões, mas em Junho último a autarquia suspendeu a obra que deveria estar pronta este mês. Na última assembleia municipal, Vítor Pereira anunciou nova localização e novo prazo para o projecto da Instinto. Segundo o autarca, o município preparou-se para a chegada da nova lei desenvolvendo dois tipos de iniciativa.

“Uma que corresponde ao projecto ganho pela Instinto do Orçamento Participativo, a obra está contratualizada, o dinheiro disponibilizado, havia um local mas que mais tarde se veio a constatar que não era o adequado, ambas as partes reconheceram que não era o melhor sítio, foi encontrado um segundo local, mais longe de habitações, escolas e complexo desportivo e provavelmente, em Novembro a obra estará em desenvolvimento.”

Por outro lado a autarquia aguarda a aprovação de uma candidatura para ampliar o actual canil municipal “dotando-as de instalações para actos cirúrgicos que inclui a esterilização de animais.”


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados