RCB/TuneIn
Quarta, 24 Out 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
INVESTIMENTOS INAUGURADOS
Rádio Cova da Beira
Castelo Branco já tem a funcionar o 18º espaço empresa de uma rede de 21 serviços que o estado quer colocar a funcionar até final deste ano. A valência está a funcionar no edifício da câmara municipal e pretende disponibilizar um conjunto de serviços aos empresários, concentrados num único espaço, reduzindo a burocracia e os tempos de espera.
Por Nuno Miguel em 17 de Sep de 2018
Na cerimónia de inauguração o ministro da economia, Manuel Caldeira Cabral, acredita que a criação destes espaços vai também contribuir para uma maior dinamização do meio empresarial local “é um espaço para servir melhor os empresários, não só a resolver os seus assuntos a nível municipal e com o estado central mas também podem encontrar neste local informação sobre todo o tipo de apoios e incentivos que existem, desde os comunitários até aos fiscais, e outros apoios que existem para que possam avançar mais rapidamente com os seus investimentos, com menos custos e com mais facilidade”. 
Para já o espaço empresa de Castelo Branco disponibiliza 92 serviços aos empresários mas a ministra da presidência e da modernização administrativa refere que esse número pode vir a aumentar de acordo com o número de solicitações. Para Maria Manuel Marques a criação deste tipo de espaços vem também agilizar o funcionamento da administração pública às novas exigências do meio empresarial “é um pequeno serviço onde estão já 92 serviços da administração central de diferentes entidades, desde a agricultura ao ambiente, até outros organismos e no futuro poderão ainda estar mais serviços disponíveis. È um pequeno grande serviço que, no fundo, reflecte aquilo que nós pretendemos que seja a administração pública do século XXI”. 
Já o presidente da câmara municipal de Castelo Branco, Luís Correia, sublinha que com a criação deste espaço a autarquia pretende assumir-se como uma entidade parceira das empresas e contribuir para uma maior dinamização económica do concelho e da região “este espaço empresa é o reflexo de que estamos apostados em ser parceiros e em ter uma atitude de proactividade com os nossos empresários, com as pessoas que tem vontade em iniciar os seus projectos e incentivá-los para arriscarem. Sabemos que cada vez mais a nossa economia é concorrencial e este tipo de respostas permite-nos estar melhor preparados para responder aos desafios”.    
Para além da abertura do espaço empresa, os dois governantes marcaram ainda presença na cerimónia de inauguração da requalificação urbana junto ao edifício da antiga metalúrgica. Um investimento de dois milhões e meio de euros e que permitiu “dar uma nova imagem a uma zona abandonada há décadas” afirmou o presidente da câmara municipal. Luís Correia refere que esta empreitada permitiu criar uma nova zona verde no centro da cidade e um novo parque de estacionamento com capacidade para 72 viaturas. A obra vai ainda ter uma segunda fase, que contempla a construção de um viaduto com ciclovia e o arranjo paisagístico da zona do Barrocal. Uma intervenção que vai custar mais dois milhões de euros.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados