RCB/TuneIn
Terça, 11 Dez 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
ASSOCIAÇÃO 6 DE SETEMBRO VAI SER REACTIVADA
Rádio Cova da Beira
O antigo presidente da direcção da Associação que tem o nome da data da inauguração da linha da Beira Baixa, entende que está na hora de acabar com o estado de letargia dos últimos anos.
Por Paula Brito em 14 de Sep de 2018
 

 “Eu próprio cheguei a essa conclusão, que faz todo o sentido que o 6 de Setembro recorde deste tempo letárgico que se atravessou. É normal no tecido associativo que isso aconteça, porque às vezes há pessoas que partem, como é o caso, depois há um certo adormecimento, cansaço, mas por vezes também os desafios podem reacender as reivindicações. E eu digo, que eu próprio, me vou empenhar na actividade do 6 de Setembro.”   

Com as obras de electrificação e remodelação da linha da Beira Baixa entre a Covilhã e Guarda a decorrer, António Pinto Pires entende que o futuro desta linha deve ser a próxima luta não só da Associação mas de todos.

“Já tive oportunidade de discutir com pessoas que estavam preocupadas e que fazem questão que se faça esse debate no futuro, e que eu vou acalentar, de como vai ser o amanhã desta linha. Porque a partir do momento em que estas obras estejam concluídas, não faz mais sentido falar de duas linhas, mas sim de uma linha única, a linha das Beiras. Temos que dar a volta por cima e temos que ser todos.”

António Pinto Pires entende que não faz sentido falar em duas linhas, quando as obras entre a Covilhã e Guarda estiverem concluídas deverá ser apenas uma única linha, a linha das Beiras que é também a única via de ligação da região ao norte do país. “Neste momento, a única via estruturante que nos liga em condições de tempo, economia, e segurança ao Norte do país, nomeadamente a Coimbra, é o comboio. A partir do momento que as obras estejam concluídas, se o intercidades passar a sair da Covilhã, pode fazer um tempo de percurso fantástico que nenhum outro meio de transporte, nem o carro, consegue competir”.

Este ano a linha da Beira Baixa comemorou precisamente no dia 6 de Setembro 127 anos. A associação quer retomar a celebração desta data.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados