RCB/TuneIn
Quarta, 26 Set 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
JS REATIVA NÚCLEO EM SILVARES
Rádio Cova da Beira
A Juventude Socialista reactivou o núcleo de Silvares com a eleição, no passado fim de semana, de Bruno Inácio, para a direcção do núcleo que para ser criado necessita de um mínimo de 10 militantes. Souto da Casa e Enxames são as próximas apostas.
Por Paula Brito em 13 de Sep de 2018
 

“Conseguimos com a estrutura, através do Bruno Inácio e da sua equipa, dar novamente outra dinâmica e conseguir que num território, e eu costumo dizer que é o território rural que abarca mais dinamismo aqui no nosso concelho do Fundão, ter ali uma presença forte, o que é essencial, uma vez que um dos principais desígnios do mandato da JS do Fundão é ter essa presença,  e Silvares é um território nuclear para que isso aconteça”.      

Depois de Silvares, é intenção da JS concelhia reactivar outros núcleos no concelho. Souto da Casa e Enxames são para já os que reúnem as condições necessárias para avançar: “Não lhe posso garantir que teremos gente para compor listas de secretariado, porque há sempre sacrifício pessoal e profissional das pessoas que dão o corpo à JS. Agora que há gente para criar noutros sítios há.”

Segundo Tiago Monteiro, presidente da Juventude Socialista do Fundão, o objectivo é ter massa militante jovem em todas as freguesias do concelho, dando cumprimento ao lema da sua candidatura quando assumiu há um ano a liderança da Juventude Socialista do Fundão – Dinamizar, Descentralizar e Crescer.

“Crescer, porque a JS do Fundão, nos próximos anos, perderá cerca de 70% da massa militante, fruto de delimitação de idade. Isto é uma realidade imutável à qual não podemos fugir, portanto temos de crescer. E crescer é trazer gente nova, para que consigamos assegurar o futuro da JS. Temos que assegurar o futuro através de massa militante, porque se nós, neste período de mandato de dois anos, não tivesse entrado ninguém para a JS, a JS ficaria com 10/15 pessoas, portanto a sua voz e a sua presença a nível distrital terminaria.”


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados