RCB/TuneIn
Sábado, 15 Dez 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
RECURSO AOS TRIBUNAIS “FOI O ÚLTIMO RECURSO”
Rádio Cova da Beira
David Justino garante que o PSD tem tentado chegar a acordos com todos os candidatos social democratas nas últimas eleições autárquicas que ultrapassaram os limites orçamentais definidos para a última campanha. A afirmação feita pelo vice presidente da comissão política nacional à entrada da última reunião da assembleia distrital do PSD que decorreu em Castelo Branco.
Por Nuno Miguel em 12 de Sep de 2018
O também presidente do conselho estratégico nacional foi confrontado com a decisão tomada pelo partido em intentar uma acção junto dos tribunais contra Marco Baptista, candidato do PSD à câmara da Covilhã considerando que nesse caso a ultrapassagem orçamental verificada lesou muito o PSD “a situação financeira do PSD é algo que eu considero de extremo cuidado e ninguém consegue gerir um partido se não colocar em ordem as suas próprias finanças. Nesse sentido isto é também um sinal a dar de que os orçamentos quando são calculados e atribuídos têm de ser respeitados. Se não forem respeitados não há problema nenhum desde que alguém se responsabilize pela despesa sustentada. E o que está em causa aqui é um crime de lesa instituição”.
A questão relacionada com a ultrapassagem orçamental verificada na Covilhã foi outro dos temas que marcou esta assembleia distrital, onde vários militantes mostraram a sua discordância em relação à decisão tomada pela comissão política nacional de recorrer aos tribunais. David Justino refere que essa foi a única alternativa possível uma vez que todas as tentativas de contacto não tiveram sucesso “não há nenhum caso, nem haverá, em que não haja uma tentativa de encontrar soluções em conjunto. A ideia ao tribunal foi o último dos últimos recursos. Houve insistências sucessivas da nossa parte e não foi dada nenhuma resposta. Por isso não outra havia hipótese porque o partido foi profundamente lesado. Hoje o PSD está a receber injunções de tribunais para pagamento de dívidas anteriores quase diariamente”.  
Questões como o envelhecimento do distrito ou o despovoamento dos territórios do interior foram algumas das temáticas abordadas nesta reunião da assembleia distrital do PSD e onde alguns dos intervenientes manifestaram alguma apreensão com a consecutiva diminuição do número de alunos nas escolas, que poderá levar a uma nova vaga de encerramento de estabelecimentos de ensino. David Justino refere que “esse é um problema que já se coloca em alguns casos e eu costumo fizer que se calhar temos de sacrificar algumas pequenas escolas para salvar as médias e as grandes. Senão fecham todas. Por isso eu penso que se for feita alguma concentração, não excessiva, em alguns centros urbanos julgo que isso poderá ser uma solução. Veja-se o caso de Castelo Branco. A sede de concelho está rodeada de um conjunto de aldeias que, de certa forma, foram despovoadas mas que ainda tem algumas crianças. Só que os pais trabalham na cidade. Por isso se calhar vamos ter que sacrificar a escola do terceiro ciclo ou a secundária, concentrando em Castelo Branco para manter o pré escolar e a creche junto da população mesmo com as poucas crianças que têm”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados