RCB/TuneIn
Domingo, 21 Out 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
COUTADA: AUSÊNCIA DE VEDAÇÕES PREOCUPA PAIS
Rádio Cova da Beira
Alguns encarregados de educação das crianças que frequentam o Jardim Infância e EB 1º Ciclo da Coutada, no concelho da Covilhã, mostram-se preocupados com a falta de segurança na escola.
Por Paulo Pinheiro em 11 de Sep de 2018

Outras da categoria:

Um dos encarregados de uma das crianças, Fernando Pereira, realça que os muros da escola não possuem “qualquer” tipo de vedação, o que constitui um perigo para as crianças.

 

Em consequência da ausência de qualquer tipo de protecção uma das teve que se descolar ao hospital devido a “hematomas” resultantes de uma queda: “Há ali paredes sem vedação nenhuma e eles brincam mesmo ao lado dessas paredes que não têm protecção. Este menino já caiu de lá para baixo e teve que ir às Urgências com um hematoma na cabeça”.

 

Fernando Pereira afirma que já contactou a junta de freguesia, no entanto, a falta de dinheiro da autarquia não permite a realização de obras na Escola EB 1º Ciclo da Coutada: “Já falei com o presidente da Junta, pelo menos umas duas ou três vezes, e dizem que não têm dinheiro para resolver a situação. Eu acho que com 100 euros resolvem aquilo e evitam estes problemas. Não sou só eu, os outros pais também já falaram só que ninguém quer saber”.

 

Fernando Pereira é um dos encarregados de educação que está preocupado com a segurança do seu filho, e que espera que esta situação se resolva, o mais rápido possível. 

 

Contactado pela RCB, o presidente da União de freguesias de Barco/Coutada sublinha que o assunto foi encaminhado há três meses para a Câmara Municipal da Covilhã, dado que é a autarquia que supervisiona o primeiro ciclo do ensino básico.

 

Com Beatriz Cavaca 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados