RCB/TuneIn
Quinta, 12 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
“O FRANCISCANISMO NA BEIRA INTERIOR”
Rádio Cova da Beira
É este o mote de um encontro que a santa casa da misericórdia da Covilhã vai promover entre os dias três e seis de Outubro e que tem como principal objectivo colocar em evidência o legado de São Francisco de Assis.
Por Nuno Miguel em 10 de Sep de 2018
Uma iniciativa que, de acordo com o provedor da instituição “resultou de uma vontade expressa da nossa irmandade em encontrar um momento de reflexão partilhada para toda a comunidade sobre o quão importante se mantém os princípios e valores franciscanos e como eles se entrecruzam com as 14 obras da misericórdia e a missão da santa casa da Covilhã. Num mundo em constante e rápida mutação urge cultivar na nossa sociedade, nas instituições, no seio familiar e na relação com o outro os valores da justiça, misericórdia, solidariedade, tolerância, fraternidade e respeito”.
Temas como as marcas franciscanas que chegaram aos dias de hoje, uma exposição sobre o tema e também uma eucaristia em que o sacerdote Vítor Melícias vai abordar o significado do Franciscanismo nos dias de hoje são alguns dos pontos em destaque do programa.Neto Freire acrescenta que “em nosso entender, apesar dos seus oito séculos de existência, o espírito franciscano permanece actual. Este encontro visa assim proporcionar um maior conhecimento do legado franciscano que se expressa sobre diferentes facetas socioculturais. Desde logo a herança de Francisco é, em primeiro lugar, a sua própria figura humana e cristã que se consubstancia na realização das obras da misericórdia e institucionalização das mesmas pela criação da primeira santa casa da misericórdia mas também do ponto de vista cultural os franciscanos moldaram a nossa paisagem com a instalação dos seus conventos, caracterizando a matriz da espiritualidade local”.
Do programa fazem ainda parte um conjunto de visitas guiadas aos antigos conventos de São Francisco e Santo António. O primeiro é actualmente a igreja de Nossa Senhora da Conceição e o segundo é o edifício onde actualmente está instalada a reitoria da universidade da Beira Interior. Carlos Madaleno, membro da mesa administrativa da misericórdia da Covilhã sustenta que nestes encontros “pretende-se debater não só a sua vertente espiritual mas também a nível científico e histórica. Aliás essa é uma lacuna da historiografia da região. Todos os concelhos da Cova da Beira têm conventos franciscanos e os trabalhos científicos e históricos que existem são muito poucos. Este debate vai estar também muito centrado na vertente cultural dado que o Franciscanismo nos deixou marcas muito profundas na forma de ser, de estar e de sentir. Começam por ser do domínio da religiosidade mas passam também para outras esferas”.   
A comissão de honra deste encontro é presidida por Marcelo Rebelo de Sousa, tendo a santa casa da misericórdia da Covilhã endereçado um convite ao Presidente da República para que possa marcar presença na sessão de abertura ou no encerramento da iniciativa. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados