RCB/TuneIn
Quinta, 19 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
DISTRITAL DE CASTELO BRANCO
A Jornada deste fim-de-semana foi dividida em partes iguais pelo s?bado e pelo domingo. A antecipa??o de tr?s dos seis jogos para s?bado ficou a dever-se ao facto de na pr?xima 3? feira se realizarem os jogos que se encontram em atraso da jornada n?. 15, do dia 10 de Janeiro.
Por José Joaquim Ribeiro em 14 de Feb de 2010
No sábado foi assim:

O jogo mais importante desta 20ª jornada realizou-se em Cernache do Bom Jardim, entre o Vitória local e a Desportiva do Fundão. O triunfo sorriu à equipa da casa, por 2-1. Foi uma vitória que teve o mérito de ser obtida quando a equipa de Simões Gapo se via reduzida a 10 unidades, por expulsão de Dário, que fez a falta que originou o golo do empate da Desportiva fundanense. A formação da casa conseguiu marcar o primeiro golo aos 16’, por intermédio de Rabat, depois de já ter enviado uma bola aos ferros de João Augusto, por Santolini. Era o melhor período da equipa do Sernache. Foi com esta vantagem se se esgotaram os primeiros 45 minutos. Na segunda parte a Desportiva veio mais afoita, principalmente a partir dos 70 minutos. Enviou uma bola aos ferros por Chiquinho, Hélder Rodrigues, um minuto depois, rematou para o empate mas o guardião contrário defendeu bem e aos 72’ Dário faz uma carga à margem das lei, dentro da sua grande área, viu o cartão vermelho e viu a equipa da Desportiva chegar ao empate, por intermédio de Ricardo Morais, que bateu com êxito a grande penalidade. Com este golo, sempre galvanizador, com cerca de 20 minutos para serem jogados e com o seu adversário reduzido a 10 unidades os fundanenses ainda acreditaram que seria possível alcançarem o triunfo. Puro engano, a equipa do Vitória foi quem se galvanizou, acreditou e alcançou um triunfo que acaba por lhe assentar muito bem. O golo do triunfo foi alcançado aos 86, por intermédio de Ricardo André.

Em Valverde a equipa de Micas não deu quaisquer hipóteses aos comandados de Nuno Alves, vencendo por 4-0. A equipa do concelho do Fundão abriu o activo aos 8 minutos, por Ângelo e aumentou a conta em período de descontos para o intervalo, por intermédio do central Forte. Na segunda parte ainda se esperou que o Vilarregense reagisse a este resultado, mas não foi isso que aconteceu. O jogo manteve o mesmo cariz e Rui Salvado, aos 75, fez o 3-0 e Janilson, com nove minutos para se jogar, fez o tento que ditou o resultado final.

Na Lardosa a equipa da Atalaia do Campo cumpriu aquilo que era expectável que acontecesse. A formação de Joca venceu por 3-0, com a sua equipa a adiantar-se no marcador à passagem do minuto 29, por Zé Luís, resultado que se manteve até ao intervalo. No segundo período marcaram-se os restantes dois golos, o primeiro por Bruno Correia, aos 75m e Zé Luís fixou o resultado final, quando se jogava o minuto 83.
No domingo concluiu-se a jornada e o destaque vai para a vitória do Oleiros sobre o Teixosense, fazendo com que na classificação se invertessem posições, passado o sexto lugar a ser ocupado pelo Oleiros:

A partida tinha esse particular atractivo: saber quem iria ficar no último lugar que dá acesso à disputa do titulo, na segunda fase do campeonato. O Oleiros, como se impunha, tinha que fazer as despesas do jogo e criar condições para que no final pudessem somar os três pontos. Foi o que fizeram os homens de José Ramalho. Tiveram mais iniciativa de jogo e tiveram também a felicidade de abrirem o activo, aos 24m, na sequência de um lance infeliz de Chasqueira, que, na ânsia de aliviar uma bola na sua defensiva, mais não fez que introduzi-la na sua própria baliza. Foi com este resultado que se chegou ao descanso. Na segunda parte, se as intenções da equipa de Mário Pereira eram de tentar virar o jogo a seu favor, as coisas complicaram-se quando aos 58m Paulo Costa recebeu ordem de expulsão. Reduzido a 10 unidades os intentos dos Teixosenses ficaram substancialmente mais atenuadas. Ainda tentaram, mas a equipa da casa, nos últimos 10 minutos arrumaram a partida a seu favor, com dois golos obtidos por Ludvico, o primeiro ao converter uma grande penalidade que sobre ele próprio foi cometida e o segundo a concluir uma jogada rápida de contra-ataque.

Em Proença a equipa da casa soube resistir aos melhor futebol do Águias do Moradal e às muitas oportunidades que a equipa do Estreito criou ao longo da partida. Os avançados da equipa de António Belo tiveram que se haver com uma defensiva bem organizada, um guarda-redes muito atento e ainda com os ferros da baliza da equipa da casa. A partida terminou com o marcador em branco, mas que não corresponde, minimamente ao que se passou na partida. O mérito da equipa de Quim Manuel foi saber tapar todos os caminhos da sua baliza.

Quem não se deixou surpreender foi o líder do campeonato. O Pedrógão tinha como adversário o último classificado e, embora não tenha rubricado uma grande exibição, foi suficiente para que somasse, com toda a tranquilidade, os três pontos em disputa. A equipa de Xana venceu por 2-0, com golos de David Marques, aos 33 minutos e Caronho aos 44. Na segunda parte a equipa da casa limitou-se a gerir a partida e o resultado e preparar-se para a folia do Carnaval, até porque, na próxima terça feira o líder não vai ter jogo.

Com os desfechos desta jornada, o Pedrógão mantém-se na liderança, com 44 pontos, mas com mais um jogo realizado, seguem-se: Atalaia do Campo, com 42, Águias do Moradal 41, Sernache 39 mas mais um jogo, AD Fundão, 37 e o Oleiros encerra os lugares de acesso à 2ª fase, soma 30 pontos. Na peugada pelo 6º posto seguem Teixosense ( 29 pontos) e Valverde ( 27 pontos ).

Na próxima terça-feira, dia de Carnaval, realiza-se os jogos que ficaram adiados da jornada 15, que não se realizaram no dia 10 de Janeiro devido ao nevão que se abateu sobre a nossa região. O destaque vai para o Atalaia – Fundão. Os outros jogos são: Unhais - Teixosense, Moradal – Vilarregense, Lardosa – Valverde e Proença - Oleiros.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados