RCB/TuneIn
Terça, 23 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
DEPUTADOS E GOVERNADORA DEVIAM INDIGNAR-SE COM GOVERNO
Em entrevista ? RCB, Lu?s Garra diz que os deputados do PS eleitos pelo c?rculo de Castelo Branco e a governadora civil deveriam ser portadores de uma mensagem de indigna??o junto do governo pela redu??o em 68% das verbas do PIDDAC para o distrito.
Por Paula Brito em 10 de Feb de 2010

Depois de ouvir os comentários de Alzira Serrasqueiro sobre o Plano de Investimentos Despesas e Desenvolvimento da Administração Central (PIDDAC) para o distrito de Castelo Branco, o coordenador da União dos Sindicatos lembra que a governadora civil não deve ser apenas a representante do governo no distrito, deve ser também a porta voz do distrito junto do governo e por isso "deveria levar uma mensagem de indignação do distrito pela redução das verbas do PIDDAC que passaram de cerca de 39 milhões e meio de euros, em 2009, para 12 milhões e meio em 2010". Uma indignação que deveria levar os deputados do PS eleitos pelo distrito a fazerem o mesmo porque "apesar de serem deputados da nação, mal vai a nação cujos deputados não defendem a parte que representam".

Para o coordenador da União dos Sindicatos do distrito de Castelo Branco "já nem a desculpa que há obras que não fazem parte do PIDDAC serve" e recorda a suspensão de um conjunto de estradas que o governo acaba de anunciar e que vão afectar também o distrito de Castelo Branco "falo de obras prometidas em campanha eleitoral como o IC6, o IC31 e a ligação do IC8 à A23, portanto essas obras não estão no PIDDAC nem em lado nenhum".  


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados