RCB/TuneIn
Terça, 02 Mar 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
“QUESTÕES E ENTRAVES QUE NÃO TRAZEM NADA DE POSITIVO AO CONCELHO”
Rádio Cova da Beira
O presidente da câmara de Penamacor garante que o município não cometeu nenhuma irregularidade do ponto de vista administrativo, ao contrário do que tem vindo a ser afirmado por Lopes Marcelo, líder da bancada do movimento “Penamacor no Coração” na assembleia municipal.
Por Nuno Miguel em 17 de Aug de 2018

Outras da categoria:

Recorde-se que em entrevista à RCB, Lopes Marcelo apontou como exemplos dessas irregularidades o caso do vice presidente da autarquia, Manuel Joaquim Robalo que terá celebrado contratos com uma empresa de familiares mas também o antigo adjunto, António Gil, terá exercido a sua actividade profissional como mediador de seguros nas obras de requalificação do cimo de vila.
Questionado sobre o tema no final da última reunião pública do executivo, António Beites sublinha que nunca teve conhecimento de quaisquer irregularidades e sublinha que todas as questões foram tratadas em devido tempo “são questões de que eu nunca tive conhecimento mas quando os eventuais problemas foram identificados nós agimos em conformidade e repusemos as situações dentro da legalidade, que nunca nos faltou. Nunca andámos a esconder nada a ninguém. Estamos cá desde a primeira hora para fazer o melhor que conseguimos em prol do nosso concelho. E se o Dr. Lopes Marcelo tem mais alguma questão, que comprove o que é que fez quando foi presidente da assembleia municipal, porque depois de um ano de mandato andar apenas a colocar questões e entraves ao desenvolvimento do concelho sem trazer nada de positivo não é a melhor forma de se andar na política”. 
Já em relação à situação da actual chefe de gabinete, Ilidia Cruchinho, que abandonou o lugar de vereadora no executivo por incompatibilidade de exercer essas funções dada a existência de uma ligação directa a uma empresa que realiza trabalhos para o município, António Beites afirma que Lopes Marcelo nada fez para denunciar a situação enquanto foi presidente da assembleia municipal e acusa o líder da bancada do movimento “Penamacor no Coração” de procurar denegrir o trabalho do actual executivo “eu lamento que durante os anos em que foi presidente da assembleia municipal ele não tenha visto essas questões. A legislação não mudou e se ele tinha conhecimento que prove publicamente como é que sinalizou essas questões. As intervenções que ele disse que fez na altura nã0o foram feitas e nós já verificámos isso através da assembleia municipal. O que ele disse não corresponde à verdade nem à sua actuação enquanto teve funções como presidente da assembleia municipal. E não podemos andar aqui a ser e a não ser em função de quando nos interessa. Temos de ser frontais no tratamento deste tipo de situações”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados