RCB/TuneIn
Quinta, 03 Dez 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
PAUL: CASA DO POVO COMEMORA ANIVERSÁRIO
Rádio Cova da Beira
O presidente da direcção da casa do povo do Paúl considera que a instituição tem motivos para sentir orgulho no seu passado. A instituição está a comemorar 40 anos de vida, com um conjunto de actividades que estão a decorrer durante todo o ano, e em declarações à RCB Cristóvão Galvão refere que a instituição quer continuar a afirmar-se como um baluarte ao nível da preservação das tradições culturais daquela vila.
Por Nuno Miguel em 28 de Jul de 2018
“Estamos muito orgulhosos do percurso que já fizemos e queremos continuar a ser o exemplo de uma colectividade que tem contribuído para preservar a cultura na nossa região e a andar pelo país inteiro. Temos as adufeiras, o rancho e o grupo de bombos que tem realizado espectáculos pelo país inteiro. Temos a nossa casa museu que é um «ex libris» da vila do Paul. Cada director artístico tem as suas responsabilidades e do meu ponto de vista todos eles estão a realizar um óptimo trabalho”.  
Um dos pontos altos destas comemorações vai decorrer no próximo dia 11 de Agosto, com a realização de um espectáculo para assinalar os 40 anos da casa do povo e simultaneamente os 80 anos do rancho folclórico da instituição “sem dúvida que esse será um dos pontos altos porque estamos a preparara, em função de uma residência artística que está a ser desenvolvida, um espectáculo multidisciplinar onde queremos que a história da nossa água se cruze com as artes do nosso povo. É um espectáculo que vai estar muito em redor da água porque consideramos que esse elemento é uma fonte de amor e de vida”.  
Nas comemorações deste aniversário, Cristóvão Galvão não esconde que a casa do povo gostaria de receber alguns apoios financeiros, que seriam decisivos para a concretização de vários projectos “precisávamos de adquirir uma carrinha de 12 lugares ou um pequeno autocarro porque temos muitas dificuldades em arranjar transportes para as nossas deslocações e para isso era importante ter algum suporte financeiro. Também necessitamos de apoios para adquirir alguns instrumentos, é nossa intenção criar uma escola de gaita de foles mas não temos os recursos suficientes para isso e também necessitamos de realizar algumas pequenas obras na nossa casa museu”.  
No âmbito desta efeméride, a instituição também já lançou duas garrafas de vinho, com rótulos alusivos aos 40 anos da casa do povo e aos 80 anos do rancho folclórico. Produtos que já podem ser adquiridos na casa museu da associação.  

  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados