RCB/TuneIn
Terça, 11 Ago 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
CASTRO DA ARGEMELA EM CLASSIFICAÇÃO
Rádio Cova da Beira
A câmara municipal da Covilhã aprovou, por unanimidade, o início do processo de classificação do castro da Argemela como sítio de interesse municipal.
Por Paula Brito em 27 de Jul de 2018
 

Uma forma de preservar aquele património contribuindo em simultâneo para a causa contra a exploração mineira na serra da Argemela, como explicou o presidente da autarquia, Vítor Pereira.

”É um castro que tem uma localização privilegiada. Não desejamos que se concretize a exploração a céu aberto dos minerais que estão previstos. Decidimos classificar este património para o defender e também para o preservar.”

O vereador do CDS, Adolfo Mesquita Nunes saudou a classificação, e espera que esta seja o início de um processo de valorização e promoção do património arqueológico do concelho.

“O potencial que tem no ponto de vista turístico bem como o património arqueológico que está registado na área do concelho não tem sido bafejado com alguma atenção. Não é de agora e isto pode ser uma boa oportunidade para começarmos a fazer um roteiro com este património, porque ele, de facto, é relevante. É uma linha nova do ponto de vista turístico que podíamos começar a explorar”.

Os castros são as ruínas ou restos arqueológicos de um tipo de povoado da Idade do Cobre e da Idade do Ferro que revelam a implementação de uma civilização no local, normalmente em zonas montanhosas de granito e de xisto.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados