RCB/TuneIn
Sexta, 05 Mar 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
CMP LANÇA OBRAS DE 3,5 MILHÕES
Rádio Cova da Beira
A Câmara Municipal de Penamacor (CMP) aprovou, na última reunião, o lançamento dos concursos públicos para a requalificação do teatro clube de Penamacor, do cimo de vila e a limpeza integral da barragem da Baságueda.
Por Paula Brito em 26 de Jul de 2018

A requalificação do Teatro Clube vai a concurso por um preço base de cerca de dois milhões de euros, e a expectativa do presidente da câmara municipal é de ver as obras no terreno “até final do ano”. Além de dotar Penamacor de um equipamento cultural de que não dispõe, a requalificação vai ainda permitir preservar um importante património da vila.

“È um projecto que irá reabilitar e manter a estrutura do teatro clube, manter as galerias, palco, tentando preservar ao máximo este imóvel construído em 1911 e suprir uma lacuna em Penamacor, finalmente teremos um anfiteatro para promovermos ao mais alto nível a cultura.”

Entre as três galerias e a plateia, a sala de espectáculos terá capacidade para albergar entre 150 a 200 pessoas (dependendo dos lugares sentados ou em pé).

Domingos Torrão votou favoravelmente o lançamento do concurso da obra, que não coloca em causa, mas o vereador do movimento “Penamacor no Coração” questionou o autarca sobre o centro paroquial da vila, cuja obra está parada há anos “o que é que está a pensar em relação ao centro de congressos, está prevista a retoma da requalificação daquele uma vez que está completamente abandonado? Está a haver a reabilitação deste espaço quando o outro, em termos de reabilitação não seria muito complicado uma vez que este quadro comunitário aponta para a requalificação.”

Na resposta, António Beites reiterou a ideia de que o actual quadro comunitário não financia obras de edifícios que não pertençam aos promotores da candidatura, já reuniu diversas vezes com a fábrica da igreja, proprietária do edifício, mas nunca foi possível chegar a um entendimento. O autarca não fecha a porta a continuar o diálogo, mas as prioridades do actual executivo estão definidas.

“O teatro clube é do município, há dois anos que estamos a trabalhar no projecto que conseguimos enquadrar no Portual 2020. O paroquial, segundo o orçamento que temos para a sua conclusão ainda requer um investimento de cerca de meio milhão de euros, e obviamente que a autarquia não está disposta, com fundo próprios, a fazer esse investimento em imóveis que não sejam propriedade do município.”

A obra do Teatro Clube de Penamacor está inserida no Plano de Acção de Regeneração Urbana de Penamacor (PARU) onde tem meio milhão de euros de financiamento garantido. António Beites diz que vai ainda a afectar a esta obra o valor do acelerador de investimento do Portugal 2020 a que Penamacor vai ter direito.

Na mesma reunião foi também lançado o concurso público da requalificação do cimo de vila, no valor de um milhão de euros, que mantém o financiamento de 50% no pacto para o desenvolvimento e coesão territorial da Comunidade intermunicipal da Beira Baixa. A obra pretende requalificar todo o espaço público do cimo de vila.

“Com a infra-estruturação de toda a zona histórica e uma requalificação no património edificado do município, ou seja, a área da torre de menagem, da antiga casa da câmara, do pelourinho e a torre do relógio. O projecto também já contempla a infra-estruturação para uma candidatura que temos aprovada para que possamos ter rede wi-fi em toda a zona histórica.”

Por unanimidade foi também aprovado o lançamento do concurso público para a limpeza integral da barragem da Baságueda, no valor de meio milhão de euros, comparticipado em 75% pelo Plano de Desenvolvimento Regional. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados