RCB/TuneIn
Terça, 29 Set 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
FUND?O GANHA NO ULTIMO MINUTO.
O Fund?o recebeu e venceu a forma??o do estreito, por 2-1. O Golo da vitoria Fundanense foi apontado por Nuno Batista ao minuto 95. Um resultado que permite ? equipa agora orientada por Jo?o Laia, manter-se na luta pelo titulo.
Por Rui Fazenda em 27 de Jan de 2008

Fundão e Estreito, disputaram no municipal um jogo que tinha todos os ingredientes para ser de emoções fortes! As duas equipas ainda estão na luta pelo titulo, se bem que, a que perdesse este desafio podia ficar a 9 pontos do líder Alcains. Este facto poderá ter inibido as duas formações que, proporcionaram ao muito publico que se deslocou ao Municipal, um desafio de fraco nível futebolístico.

O primeiro remate digno de registo, surgiu apenas ao minuto 18, quando David apareceu desmarcado na área do Fundão e rematou de cabeça, com a bola a sair ligeiramente ao lado da baliza de Tiago. Respondeu o Fundão ao minuto 22, através de um canto na direita marcado por Ricardo Morais, com a bola a passar por cima da defensiva do Estreito, e Cristiano a surgir solto ao 2º Poste a atirar ao lado.

Esta foi a melhor fase da 1ª parte, em que durante 10 minutos o jogo ganhou algum ritmo. Aos 25 minutos, David conseguiu esgueirar-se na esquerda e à entrada da área do Fundão rematou, permitindo mais uma boa defesa a Tiago. O intervalo surgia com um empate a 0 bolas.

O segundo tempo, começou com uma boa jogada do Estreito que através de David, que ganhou a linha de fundo a um defensa do Fundão, cruzou e apareceu Hélder Mário a desviar com a bola a tocar num homem do Fundão e a sair pela linha final. Ao minuto 52, surge o primeiro golo da partida, com um excelente cruzamento de Rui Paulo, e o pequenino Ricardo Morais aproveitou a passividade da defensiva do Estreito, para, de cabeça, inaugurar o marcador.

António Belo, alterou o figurino da sua equipa e lançou no desafio Valadas, Tomás e Pira, mas o Estreito continuou a demonstrar dificuldades em chegar com perigo junto da baliza de Tiago. Ao minuto 87, é assinalada uma falta favorável ao Estreito, um livre descaído para o lado esquerdo, entre a linha lateral e a Grande área. Na transformação, Zé-Tó fez um centro remate que traiu Tiago. Estava feito o empate a 1 bola.

Pensava-se que a três minutos dos 90, o resultado já não iria sofrer alterações, mas a persistência premiou o Fundão que já no ultimo dos 5 minutos de desconto, dados por Ricardo Alexandre, chegou ao 2-1 por intermédio de Nuno Batista que apareceu completamente solto na área a desviar um excelente cruzamento de Luciano.

Um resultado que se aceita, pela irreverência e pelo acreditar do Fundão, mas que em termos de jogo, o empate encaixava melhor.

Quanto ao trabalho do trio de arbitragem, nada a dizer. Bem no capitulo técnico, rigoroso, mas coerente no capitulo disciplinar. A melhor das três equipas em campo.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados