RCB/TuneIn
Quarta, 26 Set 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
DIFICULDADES DEVEM SER ULTRAPASSADAS
Rádio Cova da Beira
Foram duas realidades diferentes que Maria Manuel Rola veio encontrar na Cova da Beira relativamente à recolha e tratamento de animais abandonados. A deputada do Bloco de Esquerda, que integra a comissão parlamentar de ambiente, esteve reunida na Covilhã com a associação “Instinto” e visitou as instalações do centro de recolha e tratamento animal do Fundão.
Por Nuno Miguel em 11 de Jul de 2018
No caso da Covilhã a deputada lamenta que o trabalho no terreno esteja a ser feito pelos responsáveis daquela associação sem que a autarquia tenha ainda cumprido a promessa de construir um novo centro de recolha. Um projecto vencedor da primeira edição do orçamento participativo levado a cabo pelo município “este tipo de respostas devem ser dadas pela administração municipal e nem se entende muito bem que tenha de haver um orçamento participativo para se investir nesta área. Pondo isso de parte, a associação «Instinto» foi uma das vencedoras desse orçamento participativo para a construção desse centro de recolha mas que neste momento não está a obter resposta por parte do município. Do nosso ponto de vista existe uma dificuldade de ligação entre as associações que trabalham no terreno e que devia ser ultrapassada”.  
No Fundão, a deputada do Bloco de Esquerda ficou a conhecer a actividade desenvolvida pelo centro, que alberga actualmente cerca de 70 animais, assim como os projectos que existem para a sua expansão. Uma aposta necessária, considera Maria Manuel Rola, uma vez que é urgente começar a melhorar as respostas ao nível do bem estar animal “no Fundão já existe um centro de recolha oficial, com vários animais ao seu cuidado e existe um projecto que já foi aprovado pela direcção geral de veterinária tendo em vista a melhoria das suas condições. É uma câmara que já teve ao longo dos anos alguma preocupação de ir melhorando a resposta do bem estar animal e já chegou a hora de começar a dar um outro tipo de resposta nos municípios portugueses”.  

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados