RCB/TuneIn
Domingo, 15 Jul 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
LANIFATO E DELEGADA SINDICAL CHEGAM A ACORDO
Rádio Cova da Beira
No dia do julgamento, no tribunal de trabalho da Covilh√£, a 27 de Junho, a advogada da empresa contactou o advogado do sindicato para lhe propor um acordo que evitasse o julgamento.
Por Paula Brito em 09 de Jul de 2018
 

A trabalhadora aceitou ouvir a proposta da empresa, “tendo deixado claro que qualquer acordo teria de passar pelo reconhecimento da ilicitude do despedimento por parte da empresa e o pagamento da indemnização.”

O Sindicato Têxtil da Beira Baixa acrescenta que, após algum tempo de discussão, a empresa aceitou integralmente a posição da trabalhadora, propondo apenas que o pagamento da indeminização fosse efectuado em 12 prestações, prazo que a trabalhadora aceitou.

Assim, conclui o STBB, a Lanifato reconhece ilicitude do despedimento da delegada sindical e paga indeminização. “Com este acordo ficou provado que a empresa despediu ilicitamente a trabalhadora e que tinha razão o sindicato quando denunciou que os argumentos invocados param o despedimento eram totalmente desprovidos de fundamento.”

Um desfecho “muito importante” para o movimento sindical e ainda mais para as trabalhadoras da Lanifato que “assim podem ganhar esperança e confiança na luta que travam pela sua dignidade de trabalhadoras.”

Em comunicado, o STBB recorda que o sindicato não deixará de estar presente na empresa, já que a eleição de novas delegadas que substituam a trabalhadora despedida se encontra em curso e “com boas perspectivas de êxito.”


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados