RCB/TuneIn
Domingo, 15 Jul 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
PLATAFORMA EXIGE IGUALDADE DE TRATAMENTO
Rádio Cova da Beira
O movimento pela abolição das portagens na A 23 e na A 25 vem reivindicar novamente o fim da cobrança das portagens nas auto estradas da Beira Interior, depois da decisão tomada pelo governo em avançar para a requalificação do IP 3 entre Coimbra e Viseu.
Por Nuno Miguel em 04 de Jul de 2018
No lançamento dessa empreitada o ministro das infraestruturas, Pedro Marques, afirmou que o trajecto requalificado vai ficar com perfil de auto estrada em 85 por cento e cujas obras “se podem pagar sem que as pessoas e empresas tenham de pagar portagens”.
Em comunicado, a plataforma aplaude “esta decisão do governo e à semelhança das medidas previstas para o IP 3, reivindicamos um tratamento igual, apelando mais uma vez para o fim da cobrança de portagens nas auto estradas da Beira Interior de forma a mitigar os efeitos negativos sentidos na actividade económica e na vida dos cidadãos desta região do interior”.
A plataforma acrescenta que “na origem da decisão de construção destas infraestruturas rodoviárias, financiadas pela União Europeia, estava subjacente a necessidade de reduzir as assimetrias  por via da promoção do desenvolvimento das regiões mais frágeis”. Nesse sentido a abolição das portagens iria “aliviar as empresas e os cidadãos e reduzir custos de contexto provocados pelo afastamento dos centros de maior consumo e produção, fomentando a coesão e o desenvolvimento territorial de uma região já de si reconhecidamente em situação difícil”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados