RCB/TuneIn
S√°bado, 23 Out 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
ALCAINS ? 0 ANADIA ? 0
O Alcains leva j? quatro jogos consecutivos a pontuar e a ascens?o na tabela classificativa ? uma quest?o de tempo e jogos. Somou 8 pontos nas ?ltimas quatro partidas, o que diz bem da melhoria na forma de jogar que a turma de Valter Costa alcan?ou.
Por Jo√£o Perquilhas em 31 de Jan de 2010

E o jogo deste Domingo não era nada fácil! O Anadia encontra-se nos lugares cimeiros desta série e é sem sombra de dúvidas um bom conjunto, que mais não conseguiu que um pontito na deslocação ao Trigueiros de Aragão.

O bom inicio de jogo protagonizado pelo Alcains mostrava uma equipa confiante e determinada em manter a recente auréola de bons resultados. Com 10 minutos muito bons conseguiram empurrar o adversário para o seu meio campo, mas a verdade é que a baliza defendida por Manuel Gama não passou, nesta fase, por qualquer situação de perigo maior.

Depois deste período o Anadia começou a justificar o porquê de ocupar a terceira posição e equilibrou a contenda, passando até em alguns momentos a dominá-la, embora sem também conseguir desequilíbrios capazes de fazer mossa na bem estruturada defensiva canarinha.

Só ao minuto 38 aconteceu o primeiro lance de golo iminente e para os donos do terreno. Frank foi bem servido na esquerda do seu ataque, e já na área rematou cruzado para uma defesa difícil de Manuel Gama.

Estavam abertas as hostilidades no que a lances de golo diz respeito… 4 minutos volvidos seria André Raposo a negar o golo a Marito após remate no interior da área, e o jogo ganhava finalmente emoção…

À beira do intervalo num veloz contra ataque Caicedo proporcionou um dos melhores lances da partida quando furou pela direita, e num centro/remate levou a bola a passar quase por cima da linha de golo, sem que alguém surgisse para a emenda vitoriosa. Grande perdida que poderia ter levado o Alcains para o intervalo, que chegou logo a seguir!

Na segunda metade o cariz do jogo não se alterou. Domínio repartido, muita disputa pela posse do esférico a meio campo e as defesas a levarem invariavelmente a melhor sobre os atacantes, davam tranquilidade aos seus guarda-redes que só voltariam a ser postos à prova nos instantes finais.

Aos 84`o Anadia ficou pertinho dos festejos quando Oliveira cabeceou ao lado, após lance de bola parada e a emotividade voltava…

Na resposta Rui Évora obrigou o guardião forasteiro a defesa apertada junto ao seu poste direito e em cima do minuto 90 seria a vez de Pazito, de cabeça, obrigar o jovem guardião canarinho a defender com a pontinha dos dedos, garantindo assim a justa divisão de pontos.

A arbitragem de Sérgio Pita foi, no cômputo geral, de razoável qualidade.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados