RCB/TuneIn
Sábado, 15 Dez 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
“ANANDA FESTIVAL OF BLISS" ABRE PORTAS
Rádio Cova da Beira
A Quinta do Carvalhal, no Ourondo, acolhe pelo segundo ano o “Ananda Festival of Bliss”. O evento inicia-se esta quinta- feira e prolonga-se até domingo.Trata-se de um conceito que visa promover o contacto directo com a natureza e o bem estar, alimentação orgânica e não são consumidas bebidas alcoólicas ou substâncias psicotrópicas
Por Paulo Pinheiro & Nuno Miguel em 28 de Jun de 2018

De acordo com Dalila Lucas, uma das responsáveis pela organização do festival, pretende-se que esta seja uma iniciativa direccionada para as famílias e onde se procurou dar resposta às principais necessidades identificadas na primeira edição “vamos ter uma zona de recreio para crianças com actividades específicas direccionadas para os mais pequenos. Era algo que no ano passado já existia mas que no festival deste ano vai estar mais desenvolvida. Temos também uma zona de campismo para as pessoas que quiserem ficar. Foi um pedido que recebemos no ano passado uma vez que há casais que tem crianças pequenas e que tinham receio de poder incomodar os outros e nesse sentido vão ter uma nova zona a funcionar separademente”.

A organização espera receber este ano cerca de 400 visitantes, quadruplicando o número de pessoas que participou na primeira edição “o ano passado tivemos 160 visitantes o que foi muito bom, atendendo a que se tratava da primeira edição. Este ano estamos a apontar para um máximo de 450 pessoas. Temos tido um «feedback» muito bom por parte das pessoas, embora algumas não possam estar os dias todos. Nesse sentido, para além do bilhete geral, criámos também bilhetes de um dia e com a possibilidade de descontos para as famílias”.

Mais de uma dezena de espectáculos vão decorrer durante este festival. Para além disso a organização garante que a animação vai ser uma constante “temos um palco principal onde vão acontecer os concertos da noite. Depois há um outro palco sobre o rio onde vão decorrer workshop´s, performances artísticas e concertos meditativos. Temos também um outro espaço para palestras e já há grupos que ficaram em lista de espera para a edição do próximo ano uma vez não conseguimos inclui-los todos este ano”. 

Todo o trabalho de organização do espaço é assegurado por voluntários que abdicam de algum tempo de férias para colocar de pé o evento. Um festival que, afirma Dalila Lucas, não é uma aventura mas sim uma iniciativa que pretende criar raízes na região.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados