RCB/TuneIn
Quarta, 21 Nov 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
OPOSIÇÃO QUESTIONA FALTA DE OBRAS NA FREI HEITOR PINTO
Rádio Cova da Beira
Os vereadores da oposição na câmara municipal da Covilhã estão preocupados com a decisão tomada pela autarquia de não adjudicar a obra de requalificação da escola secundária Frei Heitor Pinto. Na última reunião pública do executivo, o vereador do CDS/PP apresentou um voto de protesto pela ausência de documentação sobre esta matéria. Carlos Pinto chamou-lhe o “flop das Beiras”.
Por Paula Brito & Nuno Miguel em 27 de Jun de 2018

Adolfo Mesquita Nunes teve acesso ao indeferimento numa reunião que teve com a direcção da escola, mas a leitura do documento deixou-o preocupado.

“Porque o indeferimento fala em irregularidades várias no processo  concursal que foi lançado, fala que a câmara nem sequer respondeu à audiência prévia da decisão de indeferimento, conformou-se com a decisão de indeferimento e nem sequer respondeu.” Notícias que adiam “para o nunca” as obras prometidas e anunciadas na Frei Heitor Pinto.

O vereador do movimento “De Novo Covilhã” recordou que esta obra chegou a ser apresentada como não havendo “obra tão importante nas beiras, ora isto foi o flop das beiras”.

Na resposta o vereador com o pelouro da administração geral e finanças da autarquia, José Miguel Oliveira, refere que esta obra faz parte do pacto para o desenvolvimento do território assinado entre a CIM e a CCDR e que a câmara da Covilhã vai proceder a todas as correcções necessárias para que a intervenção possa acontecer durante este mandato.

“A verba está consignada no pacto da CIM, não está perdida, a câmara vai novamente proceder às correcções necessárias, proceder à candidatura e estou certo que essa obra será uma realidade durante o actual mandato.”


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados