RCB/TuneIn
Segunda, 16 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
ADACB INSATISFEITA
O alvo de todas as cr?ticas ? o ministro da agricultura. Para dar conta da sua insatisfa??o, a associa??o distrital de agricultores de Castelo Branco (ADACB) entregou no governo civil uma carta aberta onde s?o identificados os principais problemas que os agricultores se debatem na regi?o.
Por César Duarte Ferreira & Nuno Miguel em 22 de Jan de 2008
A agricultura no distrito de Castelo Branco, sofre de vários problemas. No governo civil, foi entregue uma carta onde a ADACB identifica as principais carências que os agricultores se debatem nesta região. A principal prioridade é segundo Aníbal Cabral o pagamento das medidas agro-ambientais e das indemnizações compensatórias “ é bom que se cumpra as promessas. E o senhor ministro prometeu os pagamentos até dia 31 de Dezembro mas até agora nada. O importante é que o apoio venha o quanto antes”.Outra das preocupações da Aníbal Cabral, dirigente da ADACB é o atraso na regulamentação do QREN para o sector, “o que atrasa o investimento dos agricultores, porque nunca sabem quando vem o dinheiro”.Na missiva entregue no governo civil, a ADACB, queixa-se das condições dadas aos agricultores, pelo governo: “é um exagero o que os agricultores pagam de segurança social para os rendimentos que têm, o que pagam de IVA e de electricidade. E como este governo é mais papista que o Papa, encerra zonas agrárias como a do Fundão, coisa que nunca nos tinha passado pela cabeça acontecer.”A associação distrital manifestou com a entrega desta carta, a sua solidariedade para com a posição assumida pela confederação nacional de agricultores que já veio publicamente indicar ao governo o pagamento das verbas devidas aos agricultores.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados