RCB/TuneIn
Sábado, 23 Jun 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
“PROFISSÕES EM EXPANSÃO”
Rádio Cova da Beira
É este o mote de uma conferência que a delegação da Covilhã do centro de emprego vai promover no Fundão no próximo dia 14 de Junho com o objectivo de procurar desmistificar a ideia errada que ainda subsiste em torno de algumas profissões. Em declarações à RCB, a directora daquela estrutura admite que ainda existem algumas áreas em expansão onde há falta de recursos humanos e a iniciativa pretende mostrar aos cidadãos novas oportunidades de poderem ingressar no mercado de trabalho.
Por Nuno Miguel em 04 de Jun de 2018
“São profissões de que neste momento a região precisa. Nesse sentido vão ser convidados empresários para falar sobre as suas empresas e sobre profissões que continuam a ser caracterizadas de forma errada e temos que desmontar esses argumentos. Por exemplo uma costureira já não é uma profissão tão desgastante como no passado e neste momento uma boa costureira consegue crescer em termos profissionais. Serralharia civil a mesma coisa. Também na agricultura há técnicos que o sector precisa e que neste momento nós não temos”.  
Isabel Barrau acrescenta que apesar de existir alguma diminuição do número de desempregados nos concelhos do Fundão e da Covilhã há que reforçar a aposta no sentido de os cidadãos poderem reconverter as suas competências profissionais. De acordo com dados de Novembro do ano passado, estavam registados 2438 desempregados no concelho da Covilhã e 1276 no concelho do Fundão. Números que, de acordo com a directora do centro de emprego da Covilhã, tem vindo a diminuir “neste momento posso dizer que já existe uma diminuição ligeira desses números. O desemprego está a diminuir a nível nacional e a Covilhã e o Fundão estão a seguir essa tendência, resultante de uma alteração da conjuntura económica. Nesse sentido pretendemos reforçar a aposta na reconversão profissional das pessoas em áreas que, como acabei de lhe dizer, estamos a precisar como no têxtil, na construção civil e na programação em CNC”.  
No âmbito da aposta que tem vindo a ser desenvolvida na reconversão de competências, Isabel Barrau deixa como exemplo o centro de formação avançada que está a funcionar no Fundão e que pode permitir uma integração mais rápida dos formandos no mercado de trabalho uma vez que os cursos ministrados correspondem a necessidades identificadas por empresas da região. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados