RCB/TuneIn
Quinta, 16 Ago 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
UBI ESTABELECE PARCERIA COM “ROCK IN RIO”
Rádio Cova da Beira
A universidade da Beira Interior e o projecto “Academy” daquele festival de música acabam de assinar um protocolo, tendo em vista o desenvolvimento de programas de cooperação específicos, que no imediato vão abranger alunos e docentes de mestrado em estudos da cultura.
Por Nuno Miguel em 01 de Jun de 2018

Na apresentação do projecto, o director do mestrado em estudos da cultura sustenta que os estudantes vão poder contactar com um evento cuja realização se enquadra na formação teórica que é conferida na UBI, adquirindo conhecimentos no terreno. Urbano Sidoncha sustenta que a celebração deste acordo é uma mais valia “esta academia permite que, no contexto do próprio festival, seja dada formação tomando o festival como objecto desse estudo sobre as suas várias dimensões. Falamos, por exemplo, da economia da cultura, empreendedorismo, expressões artísticas e políticas culturais. Há ali diferentes dimensões que são tratadas ao vivo. Para nós é uma oportunidade de tornar tangível vários temas que nós trabalhamos de uma maneira mais teórica e que ali tem uma expressão mais concreta que nos interessa explorar. Nesse sentido os alunos que frequentam o curso de mestrado em estudos da cultura podem ter apoio das estruturas do «Rock in Rio» para o desenvolvimento dos seus projectos e isso para a visibilidade da universidade e para a internacionalização da marca UBI é um passo muito importante”.  


Para além do apoio dado aos alunos, há ainda disponibilidade do festival para dar apoio à elaboração de três dissertações anuais no mestrado em estudos de cultura que definam como alvo de investigação o “Rock in Rio” ou o seu projecto “Academy”, como explica Mariana Lellis, coordenadora de marketing do festival “para colocar de pé uma iniciativa com este porte há muitas parcerias que tem de ser feitas para que tudo corra na perfeição, a melhor experiência para o público. Nesse sentido este projecto é uma formação que mostra como mexer essas engrenagens e nesse sentido estamos disponíveis para acompanhar na elaboração de até três teses de mestrado por ano até 2020. É uma oportunidade para os alunos, que podem encontrar uma porta aberta para que exista troca de informação e que este «case study» se torne cada vez mais conhecido e desenvolvido em termos académicos”.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados