RCB/TuneIn
Terça, 19 Jun 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
CASTELO NOVO GANHA CENTRO DE ACTIVIDADES
Rádio Cova da Beira
A Antiga casa paroquial de Castelo Novo foi transformada em Centro de Actividades do programa Escolhas. O Centro resultou de uma parceria entre a comissão fabriqueira da igreja, que cedeu o edifício, o programa Escolhas, que financiou a obra no valor de 135 mil euros, e o município do Fundão que foi responsável pelas vertentes técnica e administrativa do projecto.
Por Paula Brito em 31 de May de 2018
 

Na inauguração do centro, a secretária de estado para a cidadania e igualdade, Rosa Monteiro, elogiou o espaço que vem ao encontro dos objectivos do programa Escolhas.

“A casa destina-se a ser um centro de actividades promovendo espaços de encontro e de estadia de jovens do programa Escolhas que temos espalhados por todo o país e ilhas, e portanto será um centro de convívio intercultural, de formação de capacitação destes jovens, o desafio agora é potenciar este espaço que está muito bonito e funcional.”

Para o presidente da câmara do Fundão, Paulo Fernandes, o centro de actividades, situado à entrada de Castelo Novo, vem contribuir para a dinâmica e valorização do património da aldeia histórica.

“Valoriza porque o edifício, na entrada de Castelo Novo, estava em mau estado, por isso do ponto de vista patrimonial é evidente, mas esta é a parte menor, eu diria que este projecto alavanca dinâmica própria no coração da aldeia, e vai ser fundamental na atracção de mais dinâmicas públicas e privadas para a aldeia.”

As novas instalações que vão acolher a partir de agora jovens inseridos no programa Escolhas em todo o país, foram benzidas pelo bispo da diocese da Guarda. D. Manuel Rocha Felício deu as boas vindas a todos os jovens e ao novo dinamismo da antiga casa paroquial.

A secretária de estado aproveitou para confirmar a sétima geração do programa Escolhas, que vai trazer algumas novidades.

“Nós em cada geração melhoramos um bocadinho, para isso contamos com a experiência da equipa Escolhas e a auscultação que estamos a fazer aos projectos que estão no território no sentido de introduzir melhoria e novidades, o factor da inovação é um aspecto que vamos incluir, a igualdade entre mulheres e homens será uma linha da nova geração do programa.”

Segundo a governante, até final do ano será encerrada a 6.ª geração e no próximo ano chega a sexta geração de um programa que “tem mudado a vida de muitos jovens”.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados