RCB/TuneIn
Quinta, 04 Mar 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
NOMEA??O CRITICADA
A indigita??o de Paulo Monteiro como novo secret?rio do vereador a tempo inteiro na c?mara de Belmonte provocou uma acesa troca de argumentos na ?ltima reuni?o p?blica do executivo.
Por Nuno Miguel em 22 de Jan de 2010

Para o líder da bancada do PSD trata-se de uma escolha "assente em critérios partidários, que tem como único objectivo o pagamento de um favor político ao PS e que vai onerar de forma significativa os cofres do município".

Jorge Amaro não poupa ainda nas críticas à escolha de Paulo Monteiro para o desempenho destas funções "trata-se de uma pessoa que esteve recentemente envolvido num processo interno no corpo nacional de escutas e que originou a sua saída daquele organismo e também da empresa municipal onde então exercia o cargo de responsável executivo". 

Críticas rejeitadas por Amândio Melo. O presidente da câmara municipal de Belmonte garante que "esta nomeação não vai trazer encargos acrescidos" e acrescenta que "na câmara de Belmonte a composição dos gabinetes de apoio está muito àquem daquela que é permitida por lei; por exemplo eu podia ter 3 pessoas nomeadas no meu gabinete e não tenho nenhuma".

Já quanto aos reparos sobre situações em que Paulo Monteiro esteve envolvido num passado recente, o presidente da câmara de Belmonte considera-os como "observações de mau tom uma vez que nada foi provado; ele deixou a empresa municipal por uma questão de transparência, onde ganhava mais dinheiro do que vai ganhar agora e a sua nomeação vai permitir melhorar o funcionamento interno administrativo da câmara e dar melhores respostas às solicitações dos munícipes".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados