RCB/TuneIn
Sexta, 07 Ago 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
PROCESSO ERES CHEGOU AO FIM
Passados seis anos do encerramento da empresa o processo jur?dico chegou ao fim. As trabalhadoras s?o as primeiras credoras e v?o finalmente receber as indemniza??es em falta.
Por Paula Brito em 21 de Jan de 2008

O valor resultante da venda da empresa, cerca de um milhão e 250 mil euros, não chega para pagar todas as indemnizações mas depois de deduzidas as despesas do processo e os honorários do liquidatário será distribuído em percentagem pelas trabalhadores "por exemplo se o valor final der para pagar 50% do montante em dívida a cada trabalhadora será feita a distribuição dessa forma". A explicação foi dada pelo presidente do sindicato têxtil da Beira Baixa no decorrer de uma reunião com as ex-trabalhadoras da ERES que encheu o auditório da escola secundária do Fundão.

Luís Garra espera que o pagamento seja feito brevemente até porque "não há razões para mais demoras, agora é esperar que o processo desça do tribunal de Coimbra para o do Fundão, fazer as contas e enviar os cheques". O processo arrasta-se há seis anos, "foi complexo, moroso e doloroso" por isso, em jeito de ironia Luís Garra dedica esta vitória àqueles que ao longo do processo colocaram muitas pedras na engrenagem "ao liquidatário, ao director da segurança social do distrito e àqueles que me colocaram em tribunal". Segundo Luís Garra esta vitória vem demonstrar duas coisas "primeiro a importância dos sindicatos e depois prova que a união das trabalhadoras faz a força".

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados